Prefeitura de Pelotas entrega EPIs ao IFSul para prevenção à Covid-19

Entrega de EPIs ao IFSul via recurso de portaria federal encaminhada através do PSE da Smed (Foto: Michel Corvello/Prefeitura de Pelotas)

Uma maior proteção a estudantes e educadores de Pelotas está garantida, às instituições de ensino públicas, por meio do envio de equipamentos de proteção individual (EPIs) para prevenção ao coronavírus. Na manhã desta sexta-feira (26), foi a vez do Instituto Federal Sul-rio-grandense (IFSul) receber os materiais. Isso foi possível graças a um recurso emergencial previsto pela Portaria 1.857, de julho de 2020, do Ministério da Saúde, que destina incentivos para o Programa Saúde na Escola (PSE) ligado à Secretaria Municipal de Saúde (SMS).

A Portaria federal libera incentivos financeiros a todos os municípios brasileiros, como forma de auxiliar as instituições públicas a adquirirem, de maneira emergencial, itens de prevenção ao vírus no ambiente escolar. Para Pelotas, foram destinados cerca de R$ 475 mil, conforme informa a coordenadora do PSE, Jaqueline Dutra. O objetivo do repasse é claro – prevenir doenças e promover a saúde no espaço escolar, que é lema do Programa.

São máscaras de tecido reutilizável, tapetes sanitizantes, pulverizadores, álcool gel e líquido 70%, papel descartável, sabonetes, detergentes e termômetros infravermelhos, considerados materiais necessários à garantia da segurança sanitária dos alunos e profissionais da área da educação. Os itens, de acordo com Jaqueline, fazem parte de ações “que as escolas precisam desenvolver para estar prontas para receber os alunos no momento de ensino presencial ou híbrido”.

A coordenadora ainda explica que todos esses materiais devem, obrigatoriamente, ser adquiridos pelas instituições de educação. O objetivo da Portaria é oferecer amparo a esses locais.

“As instituições não estavam preparadas para tantos gastos extras. Então, a aquisição serve de auxílio”, justifica Jaqueline Dutra.

A distribuição da verba é feita de maneira proporcional, tendo como base o quantitativo de alunos de todas as escolas municipais, estaduais e federais, contemplando o ensino obrigatório infantil, fundamental e médio. O último levantamento, de 2019, serviu de embasamento para a divisão. À Secretaria de Educação e Desporto (Smed), responsável pelas escolas do Município, foram disponibilizados 50%. Para as escolas estaduais, administradas pela 5ª Coordenadoria Regional de Educação (5ª CRE), 31%. Ao IFSul – campi Pelotas e Visconde da Graça -, que recebeu nesta sexta-feira, foram destinados 19%.

É importante ressaltar que, mesmo a 5ª CRE e o IFSul administrando, respectivamente, as demais escolas e campus da região, os produtos adquiridos pela SMS e distribuídos a essas instituições são para atender as unidades de ensino de Pelotas.

Enviar comentário

Envie um comentário!
Digite o seu nome