Pelotas registra primeira morte em decorrência da dengue em 2024

Homem faleceu em março, mas confirmação do vírus ocorreu nesta terça-feira (16). (Foto: Divulgação)

A Secretaria Estadual de Saúde (SES) confirmou nesta terça-feira (16) a primeira morte em decorrência da dengue em Pelotas. Trata-se de um homem de 56 anos, com comorbidades, morador do bairro Três Vendas. Ele morreu no dia 2 de março, após exame detectar resultado favorável para a dengue, sorotipo DENV1. A coleta de amostra foi realizada em 28 de fevereiro, um dia após o paciente ser transferido do Pronto Socorro de Pelotas (PSP) para a UTI do Hospital São Francisco de Paula. Os sintomas tiveram início no dia 24, quando foi internado no PSP.

Orientações para evitar a proliferação do mosquito

  • Evitar o acúmulo de água, principalmente em recipientes como pneus, baldes, bebedouros de animais, vasos de plantas e calhas. 
  • Realizar a limpeza de recipientes que ficam com a água parada, visando evitar que os ovos do mosquito fiquem depositados e eclodam posteriormente.
  • Instalar telas em portas e janelas das residências, para funcionar como barreira de entrada do mosquito.

Confira os principais sintomas

  • Febre alta (acima de 39º C)
  • Dor de cabeça
  • Dor atrás dos olhos
  • Dor muscular e nas articulações
  • Fadiga
  • Mal-estar
  • Náuseas
  • Manchas vermelhas pelo corpo

Em caso de suspeita, a população pode procurar as Unidades Básicas de Saúde (UBSs) e a Unidade de Pronto Atendimento (UPA).

Enviar comentário

Envie um comentário!
Digite o seu nome