Telhado da Capela da Santa Casa de Pelotas é restaurado

Obra iniciou no mês de setembro (Fotos: Divulgação/Santa Fé)

No dia 14 de setembro, teve início o projeto de revitalização das cúpulas da Capela da Santa Casa de Misericórdia de Pelotas, que estava fechada desde fevereiro de 2019, devido à interdição pelo estado de risco decorrente de infiltrações que comprometiam a segurança do local.

O telhado original data de 1878 e possuía tesouras de madeira pinho de riga e ripas de lascas de palmeira jerivá que estavam seriamente afetadas por cupins, como também telhas coloniais de barro, quebradas, faltantes ou porosas.

A fiação elétrica do local também apresentava riscos por estar ultrapassada, com fios originais recobertos em tecido, sujeitando-se a curto-circuito e, ainda, vegetação abundante no local, causando rachaduras externas e internas. Os vitrais encontravam-se enferrujados e o piso de madeira comprometido.

A primeira fase da obra deverá ser concluída em julho de 2021 e consiste na troca de aproximadamente 680m² de cobertura, sendo prevista a troca de toda a antiga fiação elétrica e a conservação curativa nas duas cúpulas.

O trabalho de revitalização está sendo realizado pela prestadora de serviços Edipel Construções, com responsabilidade técnica da empresa Ricardo Prates Arquitetura – Projeto e Execução.

O levantamento das deteriorações, realizado pela empresa Santa Fé Produtora e Patrimônio, intitulado “Revitalizações das Cúpulas, Telhado e Elétrica da Capela da Santa Casa de Misericórdia de Pelotas”, foi encaminhado ao Conselho Estadual de Cultura (CEC) e obteve autorização para recebimento do valor de R$ 850 mil para as obras.

Esse recurso advém do Pró-Cultura RS e do governo do Estado, já que tem por objetivo preservar a história e cultura de Pelotas. Além disso, é patrocinada, por meio de incentivo fiscal deduzido do Imposto sobre Circulação de Mercadorias e Serviços (ICMS), como também da Arrozeira Pelotas, Camil Alimentos, Biri Refrigerantes, Polisul Cerealista, Irmãos Jouglard e Nelson Wendt Alimentos.

A elaboração e gestão do projeto são da produtora cultural Josiele Castro e equipe composta pela diretora de Marketing Flávia Kuhn, arquiteto auxiliar Ramiro Kalil Gonçalves, engenheira civil Michele Bandeira Zehetmeyer e mestres conservadores restauradores Flávia Silva Faro e Fábio Galli.

Um novo projeto será encaminhado via LIC/RS para que a parte interna da Capela seja contemplada com a revitalização.

Enviar comentário

Envie um comentário!
Digite o seu nome