Prefeitura de Pelotas inicia capacitação pelo projeto Mapa de Oportunidades

Prefeita Paula Mascarenhas participa da primeira capacitação do projeto Mapa de Oportunidades do Pacto. (Foto: Gustavo Vara)
O ano começa com uma nova perspectiva de inserção no mercado de trabalho, por meio da qualificação profissional, em ação promovida pela Prefeitura de Pelotas. Direcionado a grupos específicos em situação de vulnerabilidade, identificados pelo Município, teve início, nesta segunda-feira (10), o primeiro curso de capacitação promovido pelo projeto Mapa de Oportunidades, que integra o eixo prevenção social do Pacto Pelotas pela Paz. A primeira aula ocorreu no Restaurante Cavalo Branco, no Mercado Central.
Durante a abertura do curso, a prefeita Paula Mascarenhas salientou a importância dessa primeira iniciativa, que surge como mais um braço do Pacto, destacando além da visão de segurança pública e permitindo a reinserção social dos participantes, que vivenciaram situações de violência, vulnerabilidade e desamparo, para que possam visualizar novos rumos através do mercado de trabalho.
“Estou muito feliz porque estamos dando um passo muito importante nessa caminhada de construção da paz e para tornar a nossa cidade mais acolhedora e receptiva. Quando recebemos pessoas de fora, com outras visões, culturas e experiências, a gente se enriquece mais, e é da mesma forma para o recomeço de mulheres que passaram por momentos difíceis e estão sendo amparadas pelo Município, buscando um novo espaço. Esses projetos buscam, com isso, abrir os braços, abrir as portas para esses grupos, e ajudá-los a se inserir na nossa sociedade”, ressaltou Paula.
Oportunidade para o recomeço
O venezuelano Andrés Geraldo Hernandez, 41 anos, natural da cidade de Carúpano, nordeste da Venezuela, está há três anos e meio em Pelotas. Formado em Pedagogia, enquanto aguarda a revalidação da sua formação, está bastante otimista com a nova possibilidade. “Estou muito feliz e agradecido por essa oportunidade de conhecer outra cultura e por essa cidade, que me acolheu, e também por estar vivo nesses últimos dois anos. Quero muito aprender coisas novas, porque sempre estamos aprendendo e, assim, seguir avançando, aproveitando ao máximo essa nova oportunidade”, disse.
O curso
Nesta primeira edição, o Mapa de Oportunidade vai oferecer o curso de noções de gastronomia, descrição e composição de pratos, serviços de garçom e hotelaria para 15 pessoas. São seis imigrantes e nove mulheres assistidas pelos serviços da Secretaria de Assistência Social (SAS). Ao todo, serão 20 horas de conteúdo conduzido pelo proprietário do Restaurante Cavalo Branco, no Mercado Central, Rogério Barreto de Paula, e pelo profissional Valter Perez, parceiro do projeto. “Acredito que é muito importante passar adiante o conhecimento que temos, especialmente nesse segmento em que falta muita mão de obra qualificada. A profissão de garçom é muito nobre e é uma espécie de relações públicas da cidade, porque, quando chega um turista, as primeiras informações e questionamentos são sempre feitas ao garçom”, ressaltou Rogério de Paula.
De acordo com o coordenador do Mapa de Oportunidades, Gilnei Brauner, 2022 começa com essa capacitação, já projetando várias outras iniciativas de reinserção no mercado de trabalho por meio da formação. “Esses dois projetos iniciais nos trazem uma grande expectativa que essas pessoas consigam uma colocação profissional, resolvendo questões financeiras e sociais para que consigam se manter e prosperar. O Mapa de Oportunidades veio pra isso”, descreveu Brauner.
Também acompanharam o lançamento do curso a coordenadora Executiva do Pacto Pelotas pela Paz, Aline Crochemore; a coordenadora do Centro de Referência da Mulher, Paola Fernandes; a diretora da Secretaria de Habitação e Regularização Fundiária, Ana Paula Santos; e a coordenadora do Observatório de Segurança Pública, Cíntia Aires.
O Mapa de Oportunidades
Remodelado a partir do Banco de Oportunidades e reestruturado, no ano passado, o Projeto Mapa de Oportunidades  propõem-se a captar, organizar e georreferenciar vagas de oportunidades em diversas modalidades: culturais, educativas, esportivas, programas de aprendizagem e de trabalho de forma a agregar variadas possibilidades e atingir o objetivo estratégico, que é o de ofertar oportunidades de desenvolvimento de potencialidades de grupos com risco e em situação de vulnerabilidade, atendendo aos Objetivos do Desenvolvimento Sustentável (ODS 10), que trata da redução das desigualdades.
Áreas, parceiros e programação do Mapa 
Através dos programas de Prevenção do Pacto Pelotas Pela Paz, foram identificados os segmentos a serem trabalhados, inicialmente, voltados aos imigrantes, mulheres em situação de vulnerabilidade, jovem aprendiz e Egressos do Sistema Prisional.
As vagas são captadas em parcerias no âmbito público, privado, sociedade civil organizada e voluntários.
Atualmente, as oportunidades encontram-se em processo de rearticulação com os parceiros: Restaurante Cavalo Branco, hotéis, bares, restaurantes Faculdade Anhanguera, Secretaria Municipal de Educação de Pelotas, Secretaria Municipal de Habitação, Secretaria do Trabalho, Emprego e Renda do RS (FGTAS/Sine),  Instituto Geral de Perícias (IGP), Centro de Integração Empresa Escola (CIEE), Delegacia da Receita Federal e Secretaria de Assistência Social.
Além desses projetos, também está previsto o Enfrentamento, com uma nova turma de capacitação para mulheres em situação de vulnerabilidade, para o final do mês. O projeto Escalada é direcionado a grupo de jovens aprendizes, esperado para fevereiro e, também, o Esperança, dirigido a egressos do sistema prisional, com data ainda ser definida.

Enviar comentário

Envie um comentário!
Digite o seu nome