Pelotas: Sanep faz travessia de adutora da ETA São Gonçalo na linha férrea

Intervenção é a última desta natureza feita na obra da futura estação. Investimento é de cerca de R$ 1 milhão. (Foto: Amanda Kuhn)

A construção da Estação de Tratamento de Água (ETA) São Gonçalo passa por capítulo importante, nesta semana, com a execução da última travessia subterrânea da rede adutora pela linha férrea de Pelotas — no bairro Simões Lopes. Para esta etapa, o investimento do Sanep é de R$ 948 mil, com recursos próprios. A intervenção é determinante para finalizar o trajeto responsável por conduzir água tratada até a região central da cidade.

Foto: Amanda Kuhn

A colocação dos tubos que passarão abaixo da linha ferroviária complementará a distribuição da água tratada até o reservatório da Praça Piratinino de Almeida —  de onde será levada às residências dos pelotenses. Esta fase deve ser concluída nos próximos dias, após o processo de soldagem e instalação da rede adutora.

O serviço está sendo feito pela Drilling Company Construções Eireli, empresa ganhadora do processo licitatório. Anteriormente, a equipe realizou o georreferenciamento e o mapeamento do trajeto da adutora, para identificar as possíveis interferências no subsolo, garantindo segurança nos procedimentos.

Enviar comentário

Envie um comentário!
Digite o seu nome