Pelotas recebe reforço no Cadastro Único

Equipe de cinco profissionais de Juazeiro do Norte, Ceará, trabalhará por 30 dias no município para intensificar o apoio a pessoas em vulnerabilidade. (Foto: Divulgação)

A Secretaria de Assistência Social (SAS) de Pelotas recebeu um grupo de cinco profissionais da cidade de Juazeiro do Norte, no Ceará, enviado pelo Ministério do Desenvolvimento Social (MDS). A equipe veio para fortalecer a rede de proteção social e garantir os direitos da população afetada pela enchente em todo o Estado.

Além dos servidores, que chegaram dia 6 e permanecerão por 30 dias, o MDS enviou uma maleta de internet móvel para o cadastro itinerante, um barco para fazer o translado na Z3, e um ponto fixo de internet por satélite para ser instalado no Centro de Referência de Assistência Social (Cras) Z3.

Até agora, o trabalho dos cadastradores foi focado na Colônia Z3, local mais afetado pela enchente, e na central do Cadastro Único (rua General Osório, 500). Nesta sexta-feira (14), das 08:30 às 15:30h, eles participarão do mutirão de cadastro, atualização e esclarecimento de dúvidas, que será realizado no Terezinha Futebol Clube (rua Santo Antônio, 86), na Santa Terezinha. A região é atendida pelo Cras Pestano, mas em razão da dificuldade de acesso, o mutirão foi organizado para facilitar para as famílias que precisam fazer ou atualizar o Cadastro.

O coordenador do Cadastro Único em Pelotas, Maicon Machado, diz que durante o período de reforço na equipe, outras ações como essa serão realizadas para aproximar os serviços da população e possibilitar o cadastro do maior número de pessoas.

Também na sexta-feira, a diretora Nacional do Cadastro Único, Ieda Castro, acompanhada do diretor do Departamento Estadual de Assistência Social, Joceli Edgar Vargas, estará em Pelotas para visitar as áreas atendidas pelo serviço e acompanhar o mutirão. O secretário da SAS, Tiago Bündchen, diz que ações como essa possibilitam a garantia de direitos das pessoas mais excluídas do sistema – as que têm mais dificuldade de acessar o serviço ou sequer sabem sobre o direito e os benefícios que o Cadastro permite acessar, como tarifas diferenciadas de água e luz, bolsa família, e benefícios para crianças e adolescentes que estudam. Para Bündchen, a vinda de autoridades federal e estadual de assistência social será uma oportunidade de mostrar o trabalho que vem sendo feito em Pelotas e de buscar formas de qualificá-lo.

Enviar comentário

Envie um comentário!
Digite o seu nome