Pelotas fiscaliza uso ilegal de equipamentos para bronzeamento

Vigilância Sanitária da Secretaria de Saúde autua locais que utilizam o método artificial com finalidade estética. (Foto: Freepik)

Com base na Resolução 56/2006 da Agência Nacional de Vigilância Sanitária (Anvisa) do Ministério da Saúde, a Prefeitura, por intermédio da Vigilância Sanitária da Secretaria de Saúde (Visa/SMS), está autuando estabelecimentos, mediante denúncias, que utilizam equipamentos de bronzeamento artificial, com finalidade estética, com a emissão de radiação ultravioleta.

“A Visa está atuando rigorosamente na fiscalização, considerando que o método é proibido em todo o país, pelo fato de expor usuários a riscos graves de saúde. De acordo com a legislação, a proibição não atinge os aparelhos registrados ou cadastrados na Anvisa, destinados a tratamento médico ou odontológico supervisionado”, explica o servidor da Visa/SMS, Sidnei Louro Jorge Júnior.

A Vigilância Sanitária de Pelotas tem recebido uma série de denúncias relatando locais que estariam realizando serviço de bronzeamento artificial com a utilização de equipamentos emissores de radiação ultravioleta (UV). “Nos pontos que os equipamentos são encontrados, o estabelecimento é autuado, com a instauração de processo administrativo sanitário, e o aparelho é lacrado, impedindo a continuidade de sua utilização”, frisa o servidor da Visa/SMS.

Sidnei Jorge Júnior ressalta que instituições renomadas mostram estudos que apontam o bronzeamento artificial com radiação UV como desencadeador de riscos de câncer de pele, envelhecimento precoce e dermatoses. Denúncias podem ser encaminhadas pelo e-mail [email protected], pela Ouvidoria da SMS.ou Fala Pelotas.

Enviar comentário

Envie um comentário!
Digite o seu nome