Governo do RS homologa situação de emergência em Pelotas

Reconhecimento já foi publicado no Diário Oficial do Estado e agora o município pode buscar ajuda estadual para tentar minimizar impactos da seca. (Foto: Rodrigo Chagas/Prefeitura Municipal de Pelotas)

O município de Pelotas teve seu decreto de situação de emergência devido aos danos causados pela seca, homologado pelo Governo do Rio Grande do Sul no final da semana. A homologação já foi publicada no Diário Oficial do Estado e, a partir disso, a Prefeitura de Pelotas está apta a buscar recursos estaduais para amenizar os impactos da falta de chuva sobre a população e a produção primária.

Além de Pelotas, os municípios de Jaguarão e Capão do Leão também tiveram seus decretos homologados.

O coordenador da Defesa Civil Municipal, Paulo dos Santos esclarece que a decretação de situação de emergência possui três fases: municipal, estadual e federal. “O decreto municipal habilita o município a desencadear várias ações de auxílio às populações atingidas, a homologação estadual habilita a receber recursos estaduais e o reconhecimento federal, libera o recebimento de recursos da União”, disse.

Prejuízos e socorro às populações

No final de janeiro os órgãos responsáveis por acompanhar os efeitos da estiagem sobre o setor primário apontavam para perdas de R$ 115,2 milhões na produção. Os maiores danos são registrados nas lavouras de milho e milho silagem que apresentam até 45% de quebra e na produção leiteira, que reduziu 40%.

Para amenizar a situação das populações a Prefeitura de Pelotas tem mantido o abastecimento de 3,2 mil famílias com ajuda de caminhões-pipa do Sanep. A rota atual inclui além da Zona Rural, o balneário dos Prazeres e a Colônia de Pescadores Z-3.

Enviar comentário

Envie um comentário!
Digite o seu nome