Piscinas necessitam de cuidados o ano inteiro

Em Pelotas, a loja fica na avenida Adolfo Fetter, 1.208 (Foto: Divulgação)

“Está chegando o calor, vou começar a tratar a água da minha piscina”. Certo?! Errado. As piscinas necessitam de cuidados o ano inteiro, mesmo quando não estão em uso, para evitar proliferação de mosquitos, coloração esverdeada, degradação do material, entre outros. O alerta é do especialista Cristian Freitas dos Santos, proprietário da H2+ Piscinas e que desde 2007 se dedica a este segmento. “No verão, a recomendação é de que o cloro seja aplicado de dois em dois dias, em média 4gl para cada mil litros de água”, ressalta. A aplicação diária também é recomendada e neste caso, em menor quantidade, de 2gl por mil litros.

No inverno, estas aplicações podem ser mais espaçadas e ele recomenda a aplicação de 8gl para cada mil litros uma vez por semana. “É importante que fique um residual de pelo menos 0,5 ppm (partes por milhão) de cloro livre na água para eliminar possíveis bactérias que possam entrar em contato com o líquido”, ressalta. Para fazer esta medição existem kits com reagentes disponíveis para compra.

A empresa existe há três anos em Pelotas e está localizada na avenida Adolfo Fetter, 1.208, no Recanto de Portugal, caminho para a praia do Laranjal. Está presente também em Rio Grande, na estrada para o Cassino. Segundo Santos, sua atividade é a venda de piscinas e de todos os produtos e acessórios utilizados neste setor. “Não fazemos a manutenção, mas a instalação e prestamos consultoria aos nossos clientes, ensinamos a eles como cuidar de sua piscina”, diz. A empresa é especializada em banho e também trabalha com duchas, aquecimento solar, entre outros.

Segundo o empresário, para a manutenção da água da piscina, utilizando-se os produtos de acordo com o indicado, o gasto médio mensal por temporada fica em torno de R$ 50, para manter a piscina utilizável. Outra decisão errada dos usuários costuma ser a compra e instalação de uma piscina no período de verão. Conforme Santos, a melhor época de instalação é o inverno, já que leva de três a seis meses, após a instalação para que ela possa ser utilizada plenamente. “A instalação em si, demanda de dez a 20 dias úteis, pois se trata de uma obra e depende de condições climáticas entre outros fatores”, diz.

A empresa cuida da escavação e instalação e a construção do deck ao redor fica por conta do comprador. De acordo com ele, as piscinas que comercializa têm 15 anos de garantia, contra fissuras, trincas e defeitos de fabricação, assegurados por termo de garantia.
Para auxiliar as mulheres que se queixam que a água deixa verde o cabelo quimicamente tratado, ele dá uma dica. “Não é a presença de cloro que deixa os cabelos verdes, e sim do sulfato de cobre utilizado em algicidas, que serve para eliminar as algas”, destaca.

Segundo ele, a química costuma deixar os fios mais porosos o que facilita a entrada do produto na estrutura do fio. “Hoje já existem algicidas sem o sulfato de cobre, então é recomendável a escolha deste”, acrescenta.

Outra dica diz respeito às queixas de pele seca, irritação nos olhos, forte odor, atribuídos ao cloro mas que, na verdade, é causado pela cloramina, que nada mais é do que a combinação do cloro com materiais orgânicos e ambientais, como urina, suor, óleos, maquiagem, protetor solar, pólen, entre outros.

O empresário Cristian Freitas dos Santos fala dos serviços prestados pela H2+ (Foto: Luciara Schneid/JTR)

“A cloramina se forma quando a piscina é usada em excesso ou fica longo período sem ajuste do cloro, o que é sinal de que a água está desprotegida e inadequada ao banho. Por isso é importante o uso do cloro para o tratamento da piscina, pois elimina germes e bactérias quase que instantaneamente”, explica.

Para ficar livre da cloramina ele sugere um tratamento de choque ou supercloração e a interrupção do uso da piscina até que ocorra a normalização. O custo de uma piscina de fibra varia entre R$ 7,5 mil e R$ 45 mil. Mas há opções ainda em concreto e vinil, que podem custar de 50% a 150% a mais que a fibra. “A vantagem do concreto é a construção da piscina no modelo desejado e do vinil é a logística, pois uma estrutura desmontada cabe no porta-malas de um carro”, diz.

Geralmente estas opções são adotadas em locais onde há dificuldades de acesso ou por quem quer fugir do tradicional.

Enviar comentário

Envie um comentário!
Digite o seu nome