Operação Hórus apreende carga de cigarro contrabandeado no interior de Pinheiro Machado

Em um dos veículos foram encontradas 38 caixas de cigarro de origem paraguaia, totalizando, cerca de 19 mil maços do produto. (Foto: Divulgação)

Na segunda-feira (21), um homem foi preso em flagrante e uma carga de produtos ilícitos foi apreendida pela equipe da Operação Hórus, em Pedras Altas. A equipe recebeu a informação que uma organização criminosa iria passar pelo interior de Pinheiro Machado e Pedras Altas com uma carga de cigarro contrabandeado do Paraguai. Três equipes se deslocaram até as estradas vicinais dos municípios para o monitoramento.

Segundo a equipe, ao avistarem um veículo Ford Ranger e em seguida uma camionete Fiat Toro, viajando em comboio, os policiais tentaram abordar os dois veículos e ambos partiram em fuga até se depararem com uma porteira de uma propriedade. Diante do obstáculo, os ocupantes abandonaram os veículos e fugiram a pé.

O ocupante da camionete Toro correu para um matagal e após uns 200 metros foi alcançado pelos policiais. Outros dois indivíduos que estavam na Ranger fugiram para outro matagal e não foram localizados pelos policiais. O indiciado, de 24 anos, natural de Santa Cruz do Sul, foi detido e encaminhado para a Delegacia de Polícia de Pronto Atendimento (DPPA) para autuação em flagrante e, posteriormente, conduzido ao Presídio Regional de Bagé.

No interior da camionete Fiat Toro foram encontrados 38 caixas de cigarro de origem paraguaia, totalizando, cerca de 19 mil maços do produto. De acordo com a equipe que atendeu o caso, no mês de julho, a camionete Fiat Toro já tinha uma ocorrência transportando bebidas contrabandeadas na cidade de Crissiumal (RS).

O titular da Draco, delegado Guilherme Nunes, explicou que a Operação Nicotina é um trabalho permanente na região visando combater o comércio ilegal de cigarros tanto de origem estrangeira ou falsificado. “Este ano, as apreensões já somam um prejuízo de aproximadamente R$ 5 milhões aos cofres públicos”, ressaltou.

Com informações da Polícia Civil

Enviar comentário

Envie um comentário!
Digite o seu nome