Emater e SMDRTur realizam II Encontro de Leiteiros em Morro Redondo

Encontro ocorreu na sexta-feira (19) e contou com a resolução de dúvidas. (Foto: Divulgação)

Na última sexta feira (19), no prédio da Câmara de Vereadores, foi realizado o II Encontro dos Leiteiros do Morro Redondo. Conforme a demanda levantada no I Encontro, realizado em setembro, o tema tratado foi irrigação de pastagens.

Sob a coordenação da médica veterinária Adriane Lobo, do escritório municipal da Emater, foi realizada a abertura da reunião com a palavra do secretário de Desenvolvimento Rural e Turismo, o também veterinário Antônio Martins, que se disse muito feliz com esse segundo encontro, pois, estando o leite na mesa dos brasileiros diariamente, nada mais importante  do que dar atenção especial à atividade. “É muito importante essa metodologia dos grupos de interesse, pois a partir deles muitas trocas de conhecimentos poderão ocorrer e quem ganhará é o produtor”, disse. Também estiveram presentes as vereadoras Vivian Rickes Rosa (PSDB) e Maria Augustina Ludtke (Tininha) (PTB) e o vereador Gilson Schwantz (PP).

Todos se manifestaram apoiando o grupo e se colocaram à disposição para atuar em prol da produção leiteira do município. “Se o preço do leite está bom, o comércio e o município vão bem também”, disse Vivian.

O evento tratou do tema da irrigação de pastagens, apresentado pelo engenheiro agrônomo da Emater Evaldo Voss, que demonstrou que, apesar da média de chuva do município ser historicamente suficiente, tem sua distribuição irregular durante os meses do ano.

Dessa forma, é importante ter a possibilidade de irrigar a pastagem para garantir alimentação para o gado o ano todo. Ele afirmou que, mesmo com a irrigação, é importante que a pastagem seja bem introduzida, com calagem e adubação, respeitando as épocas de plantio recomendadas para cada espécie.

Ainda assim, o que a irrigação fará é molhar a pastagem. “A qualidade da pastagem é dada pelos manejos e insumos utilizados, e não pela água. Essa somente garantirá o melhor desenvolvimento, caso ocorra alguma estiagem”. Trazendo diversos exemplos de ações desenvolvidas nos anos anteriores no município, Evaldo foi discorrendo o tema e apresentando vantagens e dificuldades em vários sistemas de irrigação.

O ex-produtor de leite Sandro Silveira foi convidado a dar o seu testemunho sobre a utilização de irrigação nas pastagens e o quanto isso significou em melhoria na produção de leite e na renda da família. Ele contou a sua trajetória e dedicação para melhorar na atividade. Mas, infelizmente, por problemas de saúde, há cerca de cinco anos ele teve de se afastar do meio rural.

O encontro terminou com várias questões sendo esclarecidas e despertou a curiosidade e vontade dos presentes em utilizar técnicas que melhorem a produção, aumentando a renda da atividade.

“A ideia é que o Grupo de Leiteiros do Morro Redondo possa evoluir e consigamos propor um Programa Municipal de Incentivo à Atividade Leiteira, como forma de apoio dos diversos segmentos para esse setor fundamental na segurança alimentar da população e que vem sofrendo tantos reveses com a abrupta suba dos preços dos insumos e a recente queda do preço ao produtor”, disse Adriane.

Com o objetivo de dar continuidade às ações, ficou o compromisso de, em 2022, as reuniões continuarem acontecendo, com temas teóricos, mas também atividades práticas.

Enviar comentário

Envie um comentário!
Digite o seu nome