Operação agro-hórus prende indivíduo por porte ilegal de arma de fogo em Jaguarão

Itens apreendidos pela Brigada Militar. (Foto: Divulgação)

Na noite desta segunda-feira (26/12), em Jaguarão durante Operação Agro-Hórus, efetivo do 6ºBPChoq que encontra-se atuando na área rural do município, na noite do dia 26 de Dezembro, na estrada do Quilombinho, os policiais realizaram a abordagem de uma pessoa que conduzia uma camionete, durante abordagem foi localizado no interior do veiculo 01 espingarda Cal. 28, 02 espingardas de pressão, broqueada para Cal. 22, 01 pistola artesanal Cal.22 e uma mochila contendo 23 munições de Cal. 22, sendo 02 já deflagradas, 07 munições Cal. 28, sendo 03 já deflagradas, insumos para fabricação de munição, 02 facas, 01 serra de carne, 02 lunetas, 02 rádios de comunicação. Na caçamba do veículo foi localizado um tatu morto dentro de uma caixa térmica. Diante dos fatos foi dado voz de prisão para o mesmo e conduzido para a Delegacia de Policia Civil.

Sobre a operação

A Operação Agro-Hórus contempla 137 municípios, que recebem reforço de efetivo e emprego de tecnologias para intensificar a segurança nas áreas rurais, visando redução de índices dos principais crimes, como roubo/furto de cargas, abigeato, entre outros, identificando rotas e realizando o bloqueio do fluxo de produtos ilícitos vindos do Uruguai, Argentina e Santa Catarina.

Além dos batalhões que atuam em faixa de fronteira, a operação envolve as tropas especializadas da Corporação, como o Batalhão de Operações Especiais e os Batalhões de Choque, Rodoviário, Ambiental e de Aviação.

Os recursos humanos e operacionais são empregados em ações e locais determinados após um minucioso trabalho realizado pela Inteligência da Brigada Militar, cujos resultados de análise criminal irá subsidiar os gestores da corporação para a tomada de decisões e a otimização do emprego do efetivo e dos meios em busca de resultados eficazes.

Além da utilização de softwares de processamento e análise de dados, será determinante para a interpretação do cenário dos crimes que envolvem a região de fronteira e áreas rurais no Estado a plena integração com outros órgãos policiais de países e de estados vizinhos, prática que vem trazendo resultados positivos para todas as forças e comunidades envolvidas.

Outro ponto de destaque é o diálogo constante com os moradores de áreas rurais, agricultores, produtores e representantes desse segmento, oferecendo uma resposta mais adequada da Brigada Militar às comunidades que trabalham e residem no campo.

Com informações da assessoria

Enviar comentário

Envie um comentário!
Digite o seu nome