Prefeitura de Jaguarão decreta situação de calamidade pública

Decreto foi anunciado na última sexta-feira (20) (Foto: Divulgação)

Novas medidas de combate ao Covid – 19 foram anunciadas pelo Prefeito Favio Telis

No final da tarde da última sexta-feira (20), a Prefeitura Municipal de Jaguarão declarou situação de calamidade pública em virtude do enfrentamento contra o coronavírus (Covid-19). A notícia foi dada através da página oficial da prefeitura pelo prefeito Favio Telis (MDB).

Segundo ele, fica determinado o fechamento de estabelecimentos comerciais e prestadores de serviços no município, com exceção de farmácias, clínicas, restaurantes, bares, lancherias, mercados, supermercados, padarias, agropecuárias, bancos, lotérica, correspondentes bancários, postos de combustível e outras atividades essenciais da
administração. Quanto ao transporte público, ficou ressaltado que os ônibus deverão ter medidas mais eficazes de higiene e que os mesmos serão fiscalizados. Táxis poderão circular com no máximo três passageiros.

Outra questão abordada foi a realização de velórios, os quais devem ser realizados com a maior brevidade possível e com limite de pessoas. Em relação aos servidores públicos, os funcionários acima de 60 anos, gestantes e portadores de doenças crônicas serão afastados mediante atestado médico. Sobre os aposentados ele anunciou a prorrogação do prazo de 90 dias para a apresentação da prova de vida.

Quanto a fronteira entre Jaguarão (Brasil) e Rio Branco (Uruguai), Telis destacou que enviou um ofício ao presidente da república Jair Bolsonaro (sem partido), solicitando o fechamento da fronteira. Jaguarão conta hoje com três casos suspeitos, os quais aguardam o resultado dos exames. Além disso, dois casos já foram descartados.

Enviar comentário

Envie um comentário!
Digite o seu nome