Jaguarão: Prefeito se reúne com comitiva do Sindicato dos Professores Municipais

Professores discutiram o assunto com o prefeito Favio Telis (MDB). (Foto: Divulgação/Prefeitura de Jaguarão)

Uma comitiva do Sindicato dos Professores Municipais de Jaguarão (SPMJ) liderada pela presidente Quelen Pereira Pinheiro, esteve na segunda-feira (24) no gabinete do prefeito Favio Telis (MDB) para discutir o reajuste do Piso Nacional do Magistério, estabelecido por lei federal, que é pago por municípios e estados.

Segundo Quelen, a expectativa dos professores, é que seja feito o reajuste com o pagamento sobre o “valor aluno/ano” (VAA), conforme a lei do Fundo de Manutenção e Desenvolvimento da Educação Básica e da Valorização dos Profissionais da Educação (Fundeb), de 33,24%. “Estamos aqui reivindicando nossos direitos para que se cumpra a lei, fazem mais de dois anos que não temos reajuste e isso não é justo com a classe”, disse.

Segundo o prefeito, o município apenas aguardava definição por parte do governo federal sobre o índice a ser aplicado no reajuste. “Entendemos a posição do magistério, até porque, em 2021, o governo federal não promoveu reajuste no piso e, agora, há expectativa da aplicação de um bom índice”, afirmou Telis.

A Confederação Nacional de Municípios (CNM) defende que o índice de reajuste seja o Índice Nacional de Preços ao Consumidor (INPC) dos doze meses anteriores.

A classe teme que o governo não se manifeste e que sejam mantidos os valores vigentes, ou seja, pelo segundo ano consecutivo sem nenhum reajuste. Na quinta-feira (27), no entanto, o presidente Jair Bolsonaro (PL) confirmou em uma rede social o reajuste.

“É com satisfação que anunciamos para os professores da educação básica um reajuste de 33,24% do piso salarial. Esse é o maior aumento já concedido pelo governo federal, desde o surgimento da Lei do Piso”, anunciou. Segundo o presidente, mais de 1,7 milhão de professores de estados e municípios, que lecionam para mais de 38 milhões de alunos nas escolas públicas, serão beneficiados.

Enviar comentário

Envie um comentário!
Digite o seu nome