Histórias de Capão do Leão são contadas no projeto “Cordel Daqui”

Foto: Divulgação

O poeta, historiador e cidadão leonense Carlos Eugênio Costa da Silva lançou no dia 2 de janeiro o projeto “Cordel Daqui”, que se constitui em vídeos-cordéis contando fatos da historiografia leonense, não só a constituída nesses 38 anos de emancipação, mas também a que já o destacava desde o século XVIII, com base em pesquisas de Arthur Victória Silva, Joaquim Dias e Jairo Costa.

O poeta, que também é professor e pesquisador, disse que o projeto surgiu com o propósito de divulgar a história e servir como ferramenta pedagógica para o ensino de modo divertido, popularizando o acesso à cultura e alimentando o sentimento de pertencimento.

Utilizando-se da cultura popular expressada em versos, através vídeos narrativos e xilogravuras, traz fatos históricos, curiosidades, conscientização de preservação e entretenimento. Inicialmente, em publicação mensal através do YouTube, “Cordel Daqui” apresentou “Pra versejar tua história: reflexos de cordel sobre a história de Capão do Leão”, escrito que constituía a coleção “Raízes Leoneses”, lançada por Silva, de modo impresso, em 2018. A edição de fevereiro trará a participação do músico e intérprete Alci

Vieira Junior, que criou um tema musical para acompanhar as narrativas.
Capão do Leão é terra de Florisbelo Garcia Barcellos, referência do cordel do Rio Grande do Sul com sua obra “O orgulho quebrado pela força de amor e destino – Henrique Salcedo”, lançada em 1928.

É possível assistir os vídeos através do canal.

Enviar comentário

Envie um comentário!
Digite o seu nome