Câmara de Canguçu aprova medida contra os crimes de abigeato

Câmara de Vereadores de Canguçu (Foto: Liziane Stoelben Rodrigues/JTR)

Em decorrência da grande quantidade de casos relacionados ao crime de abigeato no estado, que possuí uma média de 14,4 registros ao dia, a Frente Parlamentar pela Tradição, representada em Canguçu pelos vereadores Diego Wolter (MDB) e Jardel Oliveira (PSDB), pensou um projeto para modernização das Marcas e Sinais nos rebanhos do município. A mensagem legislativa 56/2021 consiste na criação de uma política pública específica para atualização, modernização e digitalização das referências de cada produtor.

Essa regulamentação irá possibilitar com que os órgãos de fiscalização obtenham as informações de registro na palma da mão, através dos aparelhos móveis, para que assim seja possível realizar o controle de cada animal transportado dentro do município, impossibilitando com que criminosos tomem posse destes rebanhos cadastrados.

A lei foi defendida, em tribuna, por Wolter. “Hoje, nós temos um catálogo individualizado, em que muitos produtores já estão em desuso, pela propriedade não existir mais ou ter sido dividido entre os irmãos. Essa modernidade deve garantir mais segurança aos produtores, através do acompanhamento da Inspetoria Veterinária e a polícia”, relata. “Nos orgulha muito apresentar esse cadastro único aos produtores do nosso município”, completou o parlamentar.

Enviar comentário

Envie um comentário!
Digite o seu nome