Iniciativa do PRODEL, “Cápsula do Tempo” prevê guardar registros de Canguçu

Foto: Câmara Municipal

Nesta segunda-feira (18), aconteceu na Câmara Municipal de Vereadores de Canguçu, o ato de retirada da primeira parada da Cápsula do Tempo, iniciativa do Programa de Desenvolvimento Econômico e Local de Canguçu (PRODEL) que prevê guardar registros de Canguçu a serem abertos daqui a 20 anos.

A ideia da cápsula é coletar materiais como fotos, textos, recortes de jornais. A Câmara Municipal foi a primeira, mas a urna deve passar por outras entidades, escolas e, também, pela comunidade em geral, que poderá contribuir com a iniciativa.

A partir da busca de uma mensagem dos canguçuenses para o futuro, a construção coletiva da cápsula deve contribuir com o processo de desenvolvimento do município, que ocorrerá com diversas paradas em pontos estratégicos até seu fechamento. Todo material será aberto em 2040 e será disponibilizado à comunidade o que nela estiver depositado.

Enviar comentário

Envie um comentário!
Digite o seu nome