Ivan Guevara encerra 2ª Edição de Série de Entrevistas com candidatos a prefeito de Arroio Grande

Prefeito eleito, Igual Guevara. Foto: Milka Camargo

O candidato a prefeito Ivan Guevara (Progressista) participou na noite dessa última
quarta-feira (11) da 2ª Edição da Série de Entrevistas com os candidatos a Prefeito de Arroio Grande. As entrevistas promovidas pela Rádio Difusora FM 106.3 em parceria com a Team Comunicação Visual, tem o objetivo de oportunizar os candidatos a divulgarem suas plataformas de governo para o eleitor com temas pertinentes que impactam diretamente a comunidade. Para essa edição foram sorteados mais quatro temas (sendo excluídos os temas abordados na primeira entrevista).

Como novidade, foi oportunizado que os candidatos pudessem encaminhar um questionamento em formato de vídeo para os seus oponentes. Para o candidato Ivan Guevara foram sorteados os temas: Segurança Pública, Agricultura, Assistência Social e Transportes.

No primeiro tema sorteado ao falar sobre Segurança Pública, a pergunta foi direcionada a segurança no campo diante do medo enfrentado constantemente pelos produtores. O candidato reconheceu a dificuldade e atribui de maneira geral o aumento da criminalidade como um problema gerado pela interiorização das drogas e ressalta que a pauta é um problema de maior competência por parte do Estado. Mesmo assim, firma o compromisso de manter ações para coibir a criminalidade e para isso cita ações como o aumento no número de câmeras de monitoramento espalhadas pela cidade (atualmente dez câmeras estão instaladas em pontos estratégicos no município), o problema nesse sentido diz respeito ao monitoramento das imagens que é prejudicado pela falta de efetivo junto à Brigada Militar. Por isso o candidato enxerga como fundamental o aumento do policiamento no município diante da grande área rural que Arroio Grande possui. Ressaltou investimentos realizados na atual gestão que refletem em uma maior segurança para a população como a instalação do novo sistema de iluminação pública. Como projetos de maneira geral, pretende agir na prevenção com o Projeto Juventude Assistida que pretende contemplar os jovens com atividades culturais e esportivas. O candidato falou também em manter parcerias com projetos que atuem na reabilitação de usuários de drogas, citando o Projeto Restitui que já atua no município.

Agricultura foi o segundo tema sorteado para o candidato e a pergunta foi a respeito de investimentos na agricultura familiar. Diante disso disse enxergar o agronegócio, de maneira geral, como a força de sustentação do município, sendo responsável por boa parte do orçamento da localidade. Ainda ressaltou as ações já realizadas pela atual gestão, como o incentivo aos agricultores familiares com a realização das feiras, constituindo um espaço para que os produtores possam comercializar sua produção, ações que se compromete em aumentar caso seja eleito. Ressaltou a assistência feita aos produtores no enfrentamento aos problemas climáticos e a implementação do PAA (programa que destina a produção para instituições do município e que tem beneficiado os agricultores familiares). Falou ainda sobre a importância do fortalecimento do Fundo Municipal das Estradas com aquisição de máquinas para a manutenção das estradas. Como projetos futuros pretende auxiliar os produtores no melhoramento de solo auxiliando com o transporte de calcário e o incentivo para as agroindústrias.

No tema Assistência Social a pergunta foi relacionada a investimentos em moradia para a população carente. O candidato Progressista ressaltou que atualmente as ações da Secretaria de Assistência Social têm sido responsáveis por melhorar os indicadores sociais do município, citando projetos como o Cartão Cidadão, Restaurantes Populares e ações de enfrentamento a pandemia. No sentido de proporcionar moradia para a população destaca o Projeto Minha Casa, Meu Sonho com 70 casas construídas, 28 casas feitas no Bairro Novo Tempo e cerca de 180 reformas. Na entrevista o candidato apresentou uma área com 48 lotes já organizados para construção com sistemas de aquisição conforme o nível de vulnerabilidade social da população. Guevara ainda ressaltou o Projeto More Legal que proporcionou a legalização de um grande número de moradias no município.

O último tema sorteado para o candidato foi Transportes e a pergunta foi relacionada a mobilidade urbana. Para o candidato, a área de transportes, de maneira geral, foi uma das áreas que mais se investiu durante a atual gestão. Destacou a aquisição de ônibus, veículos para a saúde e ações que proporcionaram uma maior qualificação para o transporte municipal. Em infraestrutura, o candidato destacou o alargamento realizado nas estradas rurais e projeta a substituição dos pontilhões de madeira por concreto. Esse projeto, Guevara também enxerga como alternativa para solucionar o problema da Ponte Carlos Barbosa que liga o Bairro Promorar à região Central da cidade, criando um novo acesso com pontilhões de concreto para transportes mais pesados. Apresenta como proposta também a execução do asfaltamento da rua Basílio Conceição.

No quadro pergunta do candidato, Ivan Guevara respondeu ao questionamento do
candidato Oscar Schuster Neto que abordou a temática educacional tratando do Índice
de Desenvolvimento da Educação Básica (IDEB) do município. Assim reassaltou os desafios que a pandemia impôs para o setor educacional e diz temer uma queda nos índices do IDEB diante do cenário de incertezas apresentado pela pandemia. O candidato Progressista reconhece o esforço dos professores e afirma ser necessário ouvir os profissionais da educação para tomar as decisões quanto ao futuro da educação com base na análise de dados desse ano. Ao dirigir-se ao candidato do PDT, Guevara solicitou que Oscar Schuster como educador também possa colaborar no processo diante das dificuldades e o cenário incerto.

Já a pergunta de Jorge Luiz Cardozo foi relacionada aos atos de campanha promovidos
durante a pandemia. Nesse sentido o entrevistado relembrou o acordo estabelecido junto aos líderes dos partidos em que se comprometeram em não realizar atos de campanha que
promovessem aglomerações de pessoas, no entanto ressalta que antes mesmo da campanha eleitoral as aglomerações já estavam ocorrendo no município. Como médico diz que tem buscado orientar a comunidade e que inclusive tem pedido a sua militância que respeite as normas de orientação da Secretaria Municipal de Saúde, mas que não pode se responsabilizar por atos isolados de sua militância.

Enviar comentário

Envie um comentário!
Digite o seu nome