Edital de licitação para hidrovia do Mercosul será publicado nos próximos dias

Deputado se reuniu com gestores do DNIT nesta quarta-feira (29). (Foto: Divulgação)

O deputado federal Alexandre Lindenmeyer (PT) reuniu-se, nesta quarta-feira (29), com o diretor-geral do Departamento Nacional de Infraestrutura de Transportes (DNIT), Fabrício Galvão, para atualizar as informações sobre diversas obras na região Sul. Na oportunidade, o diretor anunciou que o governo federal concluiu o anteprojeto e autorizou a licitação para as obras de dragagem e sinalização da hidrovia da Lagoa Mirim por Regime Diferenciado de Contratações (RDC) e que o edital deve sair nos próximos dias.

A hidrovia abrange 1.860 quilômetros e liga o Uruguai ao Brasil por meio da Lagoa Mirim e do canal de São Gonçalo. O governo estima investimento em torno de R$ 80 milhões para realizar a dragagem.

Sobre a nova ponte Jaguarão-Rio Branco, um novo edital de licitação será lançado até o fim do ano. No último certame, as propostas não alcançaram o valor estipulado pelo DNIT. O diretor-geral também informou que ainda em 2023 será publicado edital para a obra da segunda ponte sobre o canal São Gonçalo.

Lote 4 da BR 392

O trecho já possui anteprojeto, mas está na área de atuação da concessionária. O deputado vai solicitar ao Ministério dos Transportes a retirada deste trecho da responsabilidade da Ecosul para que o DNIT possa executar a obra, inclusive com a possibilidade de recursos do Novo PAC.

Ponte Rio Grande – São José do Norte

Lindenmeyer questionou o diretor-geral do Departamento também sobre as perspectivas para a contratação do projeto executivo da travessia a seco entre as duas cidades, que tem recursos previstos no Novo PAC. Fabrício lembrou que as primeiras etapas foram concluídas, com a aprovação do Estudo de Viabilidade Técnica, Econômica e Ambiental (EVTEA) e a garantia dos recursos para o projeto executivo, e que o edital para contratação do projeto deve ser publicado no início do ano que vem. “Logo vamos transformar esse sonho em realidade”, comemorou Lindenmeyer, lembrando que “a próxima mobilização será pela inclusão dos recursos na LOA 2025 para transformar o projeto executivo em obra”.

Também participaram da audiência no DNIT o prefeito de Tavares, Gardel Machado de Araújo, prefeito de Mostardas, Moisés Batista Pedone de Souza, vereador e presidente da Câmara Municipal de Rio Grande, Julio Cesar, vereador e presidente da Câmara Municipal de Capivari do Sul, Geovane Silveira, coordenador da Comissão Regional Pró-Ponte Rio Grande e São José do Norte, Jair Rizzo.

Enviar comentário

Envie um comentário!
Digite o seu nome