Sem desfiles de carnaval, Escola de Samba Acadêmicos do Grande Arroio busca manter atividades

Escola Acadêmicos do Grande Arroio desfilando no carnaval passado (Foto: Acadêmicos)

Fundada em 28 de abril de 2000, a Escola de Samba Acadêmicos do Grande Arroio desempenha junto às demais agremiações carnavalescas um importante papel na realização da Festa Popular em Arroio Grande. 

A Escola já vinha preparando-se para os desfiles desse ano e para isso já havia definido seu tema levando como proposta para a avenida uma homenagem a duas grandes pessoas da comunidade arroio-grandense, Pai Nelson e Mãe Ema (in memoriam), pessoas que deixaram um enorme legado a todos pertencentes às religiões afro umbandistas. E para contar essa história, a Acadêmicos conta com a participação do carnavalesco/figurinista Lili Araújo. 

Em relação ao tema escolhido, Araújo ressalta que prepara um verdadeiro resgate histórico da religião afro umbandista no município, evidenciando todo o pioneirismo e a luta contra o preconceito enfrentado pelos homenageados. Quanto ao cancelamento dos desfiles carnavalescos, o figurinista acredita que seja o momento ideal para implementar uma renovação, já que as Escolas de Samba terão um tempo maior para organizarem suas ações. 

O Diretor de Harmonia, Gregory Santos, afirma que com a pandemia o trabalho da Escola foi prejudicado, mas que com os subsídios oriundos da Lei Aldir Blanc através da participação da Acadêmicos nos projetos propostos pela Secretaria Municipal de Cultura, a Escola tem conseguido se organizar para a próxima edição do carnaval.

Enviar comentário

Envie um comentário!
Digite o seu nome