Em audiência com DNIT, prefeitos e vereadores reivindicam melhorias na infraestrutura e mobilidade da BR 116

Articulada pelo deputado Marcus Vinícius (PP-RS), reunião buscou mapear demandas urgentes em trechos da rodovia em obras. (Foto: Divulgação)

Após décadas de espera pela duplicação da BR 116, usuários seguem enfrentando condições inadequadas para o tráfego. Articulada pelo deputado Marcus Vinícius de Almeida (PP), nesta quinta-feira (19), foi realizada uma audiência ampliada entre lideranças políticas e empresariais com o Departamento Nacional de Infraestrutura de Transportes (DNIT).

De acordo com Marcus Vinícius, o encontro foi um apelo de comerciantes, caminhoneiros e motoristas, e teve como objetivo cobrar do órgão intervenções e melhorias nos trechos de Barra do Ribeiro, Sentinela do Sul, Tapes, Camaquã e Cristal. A duplicação da BR 116 foi uma conquista histórica para a região. No entanto, é necessário garantir que, após tantos anos de luta, seja entregue um serviço completo”, pontua o parlamentar.

Com a presença do Superintendente Regional do DNIT, Delmar Pellegrini, prefeitos, vereadores e lideranças locais apresentaram as suas demandas em busca de auxílio para a correção das irregularidades e maior segurança aos motoristas.

Segundo os relatos, apesar dos avanços significativo na rodovia, parte das obras entregues apresentam sinalização deficitária, ausência de acessos às estradas estaduais e municipais, bem como passarelas de pedestres e de pontos de ônibus. A carência destes elementos vem gerando preocupação nos cidadãos que se sentem-se inseguros ao transitar nestes trechos, que já contam com registros de acidentes e de atos de violência a pedestres.

Conforme explicou o Superintendente, em audiência, ao longo deste mês, mais placas de sinalização serão instaladas, além de um estudo para a construção de passarelas. Com relação a abertura do acesso à ERS 350, ainda sem liberação, um novo projeto de rótula será apresentado à comunidade até setembro, visando o desbloqueio e sua conexão com a BR 116.

Segundo Pellegrini, todas as demandas apresentadas na reunião serão registradas pelo DNIT para seu encaminhamento aos setores competentes e a realização, conforme as possibilidades legais.

Enviar comentário

Envie um comentário!
Digite o seu nome