Não sabe por onde começar?

Manoela Barreto.

Todos nós queremos começar algo. Se pararmos pra pensar por três minutos veremos que existem muitos projetos que temos em mente que desejamos em algum momento ter começado, mas os deixamos para trás. Agimos assim, na maior parte das vezes, porque não sabemos por onde começar. Fazemos pesquisas, conversamos com as pessoas, lemos notícias, fazemos comparações, olhamos para fora, só que muitas vezes a melhor forma de começar um novo projeto seja ele pessoal ou profissional é olhando para dentro.

Se quero emagrecer, se quero arrumar um emprego novo, se quero melhorar meu relacionamento, se quero abrir um negócio ou se quero ser promovido na empresa, muitas vezes o despertar da solução está em olharmos para nós mesmos, fazermos uma real análise, de onde estamos, de onde queremos chegar, o que precisaremos fazer, mudar, aperfeiçoar, o que depende exclusivamente de nós e o que é dificultoso para nós.

Olhar para fora é importante, saber o que está acontecendo no mundo, ao nosso redor, ter noção de situações alheias, saber como está o mercado dos negócios. Porém, se ficarmos muito focados no que os outros fazem e como agem perante as situações, perderemos inclusive a nossa autenticidade e o grande diferencial da vida e do sucesso nos negócios está no que temos de diferente, de autêntico que pertence somente a nós. E isso dentro de cada um, dentro do ambiente em que estamos inseridos.

Então, sempre que precisarmos de coragem para tirarmos uma ideia, um projeto ou qualquer desejo do papel, precisamos focar no que temos dentro, olhar para si, para suas próprias forças e fraquezas. Quando falamos de um negócio não é diferente, também olhar para dentro, para as oportunidades e para as ameaças do ambiente interno, das resoluções internas, daquilo que está sob nosso controle.

Quantos de nós vivemos olhando demais para fora, sonhamos e desejamos a situação que os outros vivem, mas muitas vezes um pequeno passo para dentro nos mostrará a magnitude que temos internamente para resolvermos as nossas próprias questões e alcançarmos resultados às vezes muito melhores do que os do vizinho, ou pelo menos resultados que entendemos como melhores para nós mesmos.

Por isso, aquela frase do Psicólogo Carl Jung faz muito sentido, onde ele diz que: “quem olha para fora sonha, quem olha para dentro, desperta”.

E por aí, vamos olhar mais para dentro e buscar nossas respostas e a coragem que tanto almejamos?

Enviar comentário

Envie um comentário!
Digite o seu nome