Jaguarão, criação de municípios, Aeroporto Binacional e convenção do PSDB

José Henrique Pires licenciado em Estudos Sociais pelo ICH-UFPel, especialista em Políticas Públicas pela Universidade de Salamanca, Espanha, jornalista e radialista. (Foto: Divulgação)

Henrique Pires

Estreando minha participação semanal nesse honroso espaço do Jornal Tradição Regional, saúdo os leitores e faço reverência às minhas raízes, especialmente a Jaguarão. Exatamente há 168 anos, em 23 de novembro de 1855, a Lei 322 da Província de São Pedro do Rio Grande do Sul elevou a categoria de cidade a Vila do Espírito Santo de Jaguarão. Bem antes disso (faz 360 anos!), em 1763, na margem esquerda do Rio Jaguarão, nosso governador – na época Inácio Eloy de Figueiredo – mandou ali estabelecerem alguns pontos bélicos. Pouco tempo depois, colonos portugueses oriundos da Ilha da Madeira – naturais do Funchal, dizem – fundaram a povoação e mais tarde a freguesia. Com o tempo, ali passou a ser Paróquia (1812), Vila (1832) e finalmente Cidade. Nasci em Pedro Osório, muito tempo depois, na parte que antes da emancipação pertencia a Arroio Grande. Que antes de ser cidade com esse nome, era parte do município de Jaguarão! Vivas às nossas raízes, portanto!

O Rio Grande do Sul tem hoje 497 municípios. Houve um tempo em que eram apenas quatro e nascidos juntos. Pois os quádruplos Porto Alegre, Rio Grande, Rio Pardo e Santo Antônio da Patrulha foram elevados a condição de Vila na mesma data, em 7 de outubro de 1809. Hoje não é possível criar nenhum novo município no Brasil. É necessário aprovar uma lei federal complementar sobre o assunto, pois a Constituição Federal assim determina.

Há projetos tentando alterar essa legislação, mas não há sinais de que isso avance tão cedo. Afinal, o Brasil já tem 5.568 municípios. Precisamos de mais algum?

A Embaixadora da República Dominicana em Brasília, Patrícia Villegas de Jorge, em breve cumprirá agenda no Rio Grande do Sul. Além de pautas comerciais bilaterais, terá encontro com patrícios seus que estão residindo no Estado, onde atualmente trabalham e estão montando um qualificado time de beisebol.

A inauguração do Aeroporto Binacional de Rivera-Livramento deve movimentar a fronteira a partir do dia 11 de dezembro, quando autoridades dos dois países entregarão as obras concluídas.

Com vinícolas, passeios de trem, cassinos e free shops, a atividade aérea naquela fronteira certamente vai ser um sucesso!

Dia 30 de novembro, próxima quinta feira, será feriado em Brasília – é Dia do Evangélico. Mas a movimentação política deverá ser intensa: a convenção do PSDB marcada para essa data reunirá a militância tucana, que escolherá nova executiva nacional da sigla.

José Henrique Pires licenciado em Estudos Sociais pelo ICH-UFPel, especialista em Políticas Públicas pela Universidade de Salamanca, Espanha, jornalista e radialista

Enviar comentário

Envie um comentário!
Digite o seu nome