Alimentos antioxidantes: descubra como eles podem evitar a maioria das doenças que chegam com a idade

A professora, mestre e nutricionista Bárbara Freitas. (Foto: Divulgação)

Mas tchê, hoje irei compartilhar contigo uma poderosa ferramenta para combater os efeitos do envelhecimento: os antioxidantes. Essa propriedade dos alimentos é muito falada e pesquisada no meio acadêmico. Devo ler sobre este tema uma quantidade significativa de vezes por dia. Mas parei para pensar e não é todo mundo que sabe sobre isso. Essas substâncias, encontradas em diversos alimentos, desempenham um papel crucial na proteção contra o envelhecimento precoce do corpo e do desenvolvimento de doenças crônicas.

Os antioxidantes são compostos que ajudam a neutralizar os radicais livres, moléculas instáveis que podem causar danos às células do nosso corpo. Esses prejuízos estão associados ao envelhecimento precoce, inflamação e ao desen­volvimento de doenças como câncer, doenças cardíacas e diabetes. Felizmente, uma grande variedade de alimentos é naturalmente rica em antioxidantes. Frutas como mirtilos, morangos, uvas são excelentes fontes de antioxidantes, especialmente devido aos seus pigmentos coloridos. Vegetais como espinafre, brócolis, cenoura e batata doce também são repletos de antioxidantes, além de fornecerem uma variedade de nutrientes essenciais para a saúde. Para maximizar os benefícios dos antioxidantes, é importante variar a dieta e incluir uma gama de alimentos coloridos. Por exemplo, uma salada de espinafre com morangos, nozes e azeite de oliva oferece uma combinação repleta de antioxidantes além de ser muito gostosa. Ou experimente uma vitamina de mirtilo com banana e sementes de chia para um impulso antioxidante, isto é, despertar, pela manhã.

Uma alimentação rica em antioxidantes não só ajuda a combater os efeitos do envelhecimento, mas também pode reduzir o risco de uma variedade de doenças crônicas. Estudos mostram que dietas ricas em antioxidantes estão associadas a um menor risco de doenças cardíacas, câncer, doenças neurodegenerativas (como Alzheimer) e diabetes tipo 2. Além disso, os antioxidantes também po­dem ajudar a melhorar a saúde da pele, cabelo e unhas, te mantendo com uma aparência jovem e radiante.

Dito isto, podemos considerar incluir na rotina alimentar, mas de forma econômica. Optando por frutas e vegetais da estação, que tendem a ser mais acessíveis e frescos. Além disso, considere congelar frutas e vegetais para pro­longar a vida útil e reduzir o desperdício. Compras em feiras locais e mercados de agricultores também podem ser opções econômicas para adquirir alimentos frescos e nutritivos ricos em antioxidantes. Além de proteger contra o enve­lhecimento precoce, as frutas e vegetais estão associados a um menor risco de doenças cardíacas graças aos seus efeitos benéficos sobre a pressão arterial, os níveis de colesterol e a função vascular. Da mesma forma, os antioxidantes presentes no chá verde e no cacau podem ajudar a reduzir o risco de câncer, protegendo as células contra danos oxidativos.

Então, incluir uma variedade de alimentos ricos em antioxidantes em sua dieta pode ser uma estratégia poderosa para combater os efeitos do tempo no corpo e promover uma saúde ótima em longo prazo. Da próxima vez que estiveres no supermercado, te lembra de encher o carrinho com uma variedade de frutas e vegetais coloridos. Para não esquecer já faz a listinha em casa. Até semana que vem, com conteúdo especial.

Enviar comentário

Envie um comentário!
Digite o seu nome