Piratini sedia Dia de Campo da Soja

O evento foi organizado pela empresa Agrofel em conjunto com a Emater/RS-Ascar. (Foto: Rafael Dias/ Emater/RS-Ascar Pelotas)

Mais de 80 produtores rurais participaram do Dia de Campo da Soja em Piratini, realizado na última sexta-feira (10), na localidade de Cerro dos Madrugas. O evento foi organizado pela empresa Agrofel em conjunto com a Emater/RS-Ascar e os agricultores Marcelo e Anderson Favero, que gentilmente cederam sua propriedade para a realização das atividades.

O principal objetivo do evento foi demonstrar técnicas e tecnologias que proporcionam maior produtividade nas lavouras de soja. Ao longo da tarde, os participantes passaram por 10 estações onde foram abordados diversos temas, incluindo o manejo de plantas invasoras, o conhecimento da parte biológica, química e física do solo, tecnologias de aplicação de defensivos agrícolas, adubação sólida, biossoluções para suplementação de plantas nas fases críticas de desenvolvimento e novas tecnologias genéticas.

Duas parcelas da Emater/RS-Ascar, em parceria com as secretarias estaduais da Agricultura, Pecuária, Produção Sustentável e Irrigação (Seapi) e de Desenvolvimento Rural (SDR), abordaram as temáticas relacionadas às normativas para viabilização de local adequado ao armazenamento de embalagens vazias de defensivos agrícolas e demonstração de tecnologias de aplicação com exemplos de pontas de pulverização visando evitar a deriva.

Estiveram presentes no evento o secretário do Meio Ambiente e Desenvolvimento Rural de Piratini, Leandro Polina Pereira, o gerente técnico da Agrofel, Vancarlo Zanchi, o assistente técnico regional da Emater/RS-Ascar, Evair Ehlert, o coordenador do Centro de Treinamento de Agricultores de Canguçu (Cetac) Reginaldo Clasen Maciel, e toda a equipe de extensionistas rurais do escritório municipal de Piratini.

“Entidades e empresas promoveram um dia de campo de soja na propriedade da família Favero em Piratini, onde os produtores participantes puderam verificar a campo as tecnologias utilizadas para o cultivo de soja com altas produtividade e renda”, destacou Ehlert.

Enviar comentário

Envie um comentário!
Digite o seu nome