Piratini: Museu Histórico Farroupilha celebra 70 anos de história

Fachada do MHF, que possui em seu acervo um conjunto de peças de diferentes épocas e temas. (Foto: Divulgação/Ascom Sedac)

O Museu Histórico Farroupilha (MHF), localizado no município de Piratini, na zona sul do Rio Grande do Sul, completa 70 anos de fundação neste sábado (11).

Instituição da Secretaria de Estado da Cultura (Sedac), o museu guarda um significativo acervo referente à Revolução Farroupilha (1835-1845), além de peças de diferentes épocas e temas. O prédio do MHF é uma construção de 1819, conhecida como o Solar dos Meirelles, e sediou o Ministério da Guerra, da então República Rio-grandense, comandada pelo general Bento Gonçalves da Silva.

“O Museu Histórico Farroupilha integra o belo conjunto arquitetônico de Piratini, tombado pelo patrimônio histórico em âmbito estadual e nacional. De 2019 a 2022, sua sede passou por diversas intervenções para qualificar a estrutura e os espaços expositivos. O acervo foi duplicado com a doação de novos itens relacionados à Revolução Farroupilha e a reserva técnica foi reformulada e ampliada. Aos 70 anos, o museu está rejuvenescido e em melhores condições para acolher o público visitante”, avalia a secretária de Estado da Cultura, Beatriz Araujo.

Nos próximos meses, o MHF passará por nova obra de conservação do prédio, que está em processo de licitação, no valor de R$ 761 mil, disponibilizados pelo programa Avançar na Cultura, do governo do Estado. Estão previstas a revisão da cobertura, pintura interna e externa das alvenarias, revisão das esquadrias de madeira, revisão elétrica, recuperação pontual de pisos e substituição de luminárias, entre outras ações.

Para celebrar o aniversário, a diretora do MHF, Luiza Rodrigues, convida o público para assistir ao espetáculo “Entardecer no Solar”, uma parceria com o Grupo de Artes EncenAção. As apresentações iniciam às 17h30, partindo da Praça da Igreja Matriz em direção ao prédio da instituição. Para ter acesso às apresentações, a comunidade deve se inscrever enviando uma mensagem pelo WhatsApp 53 99910-3887. As inscrições são limitadas.

O Museu

O MHF foi criado no governo de Ernesto Dornelles, pelo Decreto n.º 3.858, de 11 de fevereiro de 1953, em Piratini. Entre as peças que integram o acervo, estão objetos pessoais do general Bento Gonçalves, telas sobre a Revolução Farroupilha, mobiliários do século XIX, moedas do período colonial até os nossos dias, objetos do cotidiano, máquinas de costura, xícaras, talheres, palmatórias, armas, vestuários e imagens sacras.

Coleção TcheVoni

Em setembro de 2021, o MHF passou a contar também com uma coleção que reúne mais de mil itens sobre o período farroupilha, doada pelo colecionador Volnir Júnior dos Santos, mais conhecido como TcheVoni. O acervo reúne livros, espadas, balas de canhão, documentos, moedas e itens comemorativos à revolução.

Na ocasião, também foi realizado o descerramento da obra artística “Fuga de Anita Garibaldi a Cavalo”, de autoria de Dakir Parreiras (1894–1967), restaurada pela Universidade Federal de Pelotas (UFPel), por um acordo de cooperação técnico-científico firmado entre a Sedac e a UFPel, em 2019.

Serviço

Data: 11 de fevereiro

Horário especial de aniversário: 13h30 às 17h

Após, haverá apresentações do Grupo de Artes “EncenAção”, com reservas feitas pelo WhatsApp (53) 99910-3837, com entrada gratuita

*No domingo (12/02), o Museu abre das 14h30 às 17h

Enviar comentário

Envie um comentário!
Digite o seu nome