Prefeitura de Pelotas abre licitação para construção do HRPS

Prazo de conclusão da obra é de 24 meses. (Foto: Reprodução/Prefeitura de Pelotas/MEP)

O Município dá mais um passo em direção à execução da obra do Hospital de Pronto Socorro Regional de Pelotas, cuja etapa da construção está orçada em mais de R$ 66,4 milhões, com recursos do governo do Estado. A licitação para contratação de empresa interessada já está com o edital publicado. Trata-se da Concorrência Pública 06/2021.

A abertura dos envelopes de habilitação e o recebimento de propostas financeiras estão marcados para o dia 10 de dezembro, às 9h, na sede da Secretaria de Planejamento e Gestão (Seplag), à rua Menna Barreto, nº 752, Areal.

A licitação será do tipo menor preço global e com regime de execução de empreitada por preço unitário. O prazo da obra é de 24 meses. Mais informações podem ser obtidas pelo e-mail [email protected] ou pelo telefone (53) 3227.1513, das 8 às 14h, de segunda a sexta-feira.

“É um momento muito especial para o Município. Mais uma meta rumo à construção do HRPS é atingida. Em retrospectiva, lembramos que, em 2020, foi contratado o projeto. Em 2021, ele foi entregue, dentro da metade do tempo previsto e, agora, abre-se o processo de licitação, com expectativa de iniciar-se a obra em curtíssimo prazo,” esclarece o secretário de Planejamento e Gestão, Roberto Ramalho. A entrega do projeto ao governo do Estado foi realizada no dia 1º de outubro, com a presença da secretária de Saúde, Arita Bergmann.

Como será o HRPS

O complexo será de atendimento Especializado Tipo II, considerado como hospital geral pelo Ministério da Saúde, para atendimento de urgências e emergências e, também, com tecnologia e recursos humanos voltados a casos clínicos e cirúrgicos. O estabelecimento, que receberá pacientes de Pelotas e Zona Sul, será financiado com recursos do governo do Estado, por meio do programa Avançar RS.

O HRPS terá 9,3 mil metros quadrados de área construída, na avenida Bento Gonçalves, com 121 leitos clínicos, sendo 10 destinados a Unidades de Tratamento Intensivo (UTIs) para adultos e 10 para pediatria, além de cinco salas cirúrgicas e dependências para recuperação. Contemplará, ainda, atendimento básico de cirurgia geral, traumatologia, bucomaxilofacial e cardiologia.

Enviar comentário

Envie um comentário!
Digite o seu nome