Prefeitura de Pelotas já articula realização da Quinzena do Pêssego

Evento que celebra maior produção da fruticultura local está agendada para 24 de novembro. (Foto: Divulgação/SDR)

Prefeitura, Embrapa, Emater, Sindicato dos Trabalhadores Agricultores Familiares de Pelotas, Comunidade São Pedro, Vila Nova, Quilombo, Centro Cultural Nativista Raízes da Tradição, Esporte Clube Vila Nova e produtores já se dedicam ao planejamento da 11ª Quinzena do Pêssego, cujo período reúne programação diversificada em torno da safra mais representativa e tradicional da fruticultura pelotense. A Festa Municipal do Pêssego de 2024 já tem data definida. Será no dia 24 de novembro. Na segunda-feira (29), a comissão organizadora terá novo encontro, na sede da Secretaria de Desenvolvimento Rural (SDR), para provável anúncio do local do evento.

“Reafirmamos nosso compromisso em promover e celebrar a cultura do pêssego em Pelotas devido à evidente importância dos nossos pomares para a economia agrícola local, da região, do Rio Grande do Sul e do Brasil. O município mantém sua posição no ranking, como o maior produtor de pêssego para a indústria do país. Os encontros da comissão organizadora da Quinzena. que neste ano chega à 11ª edição, tornam-se marcos significativos para avaliação do sucesso das anteriores, desafios e planejamento da próxima”, registra o secretário de Desenvolvimento Rural, Romualdo Cunha Júnior.

A safra do ano passado teve registro de 41% de quebra em relação à de 2022, segundo avaliação da Emater, em decorrência da atuação do fenômeno El Niño, no segundo semestre, com intensas precipitações, fortes rajadas de ventos e ocorrências de granizo. A produção local de 2023 foi de aproximadamente 23 mil toneladas. Pelotas conta com 615 produtores de pêssego e 3.260 hectares de pomares da fruta na zona rural.

Quinzena do Pêssego

A Quinzena do Pêssego foi criada há uma década pelo gabinete da vice-prefeita Paula Mascarenhas, hoje prefeita em seu segundo mandato. O período acolhe uma série de iniciativas em torno da tradição e popularização da cultura da fruta no município, como a inserção nos pratos da merenda escolar, nos cardápios de restaurantes parceiros, nas visitas das soberanas da Corte a diversos estabelecimentos para divulgação, além da participação em feiras e eventos afins.

Em torno da safra, uma série de eventos são abertos ao público, a começar pela escolha da rainha e princesas da Corte do Pêssego, seguindo-se da abertura da Quinzena, da Abertura Oficial da Colheita, da Festa Municipal do Pêssego e da Feira Municipal, com instalação de bancas no Centro e em bairros da cidade para comercialização da fruta in natura e derivados diretamente do produtor ao consumidor. Na última Feira, foram vendidas 4,9 toneladas de pêssego.

“O diferencial do pêssego pelotense é a qualidade. As variedades oferecidas ao consumidor têm se caracterizado por incomparáveis sabor e aparência, agradando todos os gostos. O Município está empenhado em garantir que os eventos da safra deste ano não apenas honrem nossa tradição, mas também impulsionem ainda mais o desenvolvimento e a excelência da produção local”, afirma o secretário Romualdo.

Enviar comentário

Envie um comentário!
Digite o seu nome