Zona Sul e Costa Doce dão a largada para 2024 no Mobiliza 15

Filiados e partidários se reuniram na sexta-feira (4), em Pelotas. (Foto: Natanael Engel)

Partido detentor do maior número de filiados no Rio Grande do Sul (229,1 mil), o MDB gaúcho chegou a terceira edição do Mobiliza 15 reunindo cerca de 300 correligionários em Pelotas na noite de sexta-feira (4), no clube Diamantinos. A série de encontros macrorregionais – que leva informação e conteúdo a militantes, dirigentes e potenciais candidatos às eleições de 2024 -, mobilizou nesta etapa a Costa Doce e a Zona Sul.

No comando das atividades, o presidente do Diretório Estadual e prefeito do Rio Grande, Fábio Branco, registrou as iniciativas de fortalecimento partidário que estão em andamento para incentivar e subsidiar emedebistas ao desafio das urnas. Sobre a polarização entre os campos de direita e esquerda, sustentou que há um vazio no centro. “Aí está uma oportunidade ímpar para preencher e o MDB tem história, condições e capacidade. As pessoas estão querendo segurança, tranquilidade e governabilidade e essa é a nossa ideologia. Vamos sair desta eleição ainda mais fortalecidos”, garantiu.

Branco, pré-candidato à reeleição, sustentou a relevância de a legenda ter o maior número de nomes para concorrer a prefeito e assegurar protagonismo político no estado. “Somos o partido com o maior número de filiados no Brasil e no RS e essa força se deve ao trabalho e a eficiência na entrega de resultados à população. Agora, para contribuir com essa tradição positiva, estamos atuando para fornecer informações de qualidade e formação aos nossos pré-candidatos a partir do Mobiliza 15“, observou.

Com foco estratégico nos maiores colégios eleitorais, o MDB atua também para não se descuidar das pequenas cidades, que representam 71,8% do território gaúcho. Hoje, dos 357 municípios com até 10 mil eleitores no RS, o MDB administra 100, o que representa 30% desta fatia. No estado a legenda conta com a representatividade de 136 prefeitos, 119 vices e 1.156 vereadores.

Candidaturas na Costa Doce e Zona Sul

Na macrorregião do encontro o MDB se organiza para o processo eleitoral, prospectando pré-candidatos e dialogando com possíveis aliados. Na Zona Sul, com 20 municípios e 627,5 mil eleitores, o destaque é para o pleito em Rio Grande, onde o presidente é o nome do partido à reeleição.

Neste terceiro mandato, Branco estreitou laços com a sociedade e o setor produtivo, em iniciativas como o Grande Pacto da Inovação. Também está tirando obras importantes do papel, como a Nova Orla do Cassino, a revitalização do entorno do Mercado Público, a reforma do Ginásio Farydo Salomão e o novo sistema de iluminação. Além disso, um investimento de quase 70 milhões de euros foi obtido junto à Agência Francesa de Desenvolvimento para alavancar o maior plano de obras da história da cidade, com a duplicação de avenidas, pavimentação de ruas, construção de parques e ciclovias e arborização de vias.

A candidatura de Branco ainda serve de reflexo para alavancar disputas nas demais cidades da região e do estado. Dos 20 municípios da Zona Sul, por exemplo, em 11 estão se consolidando nomes para concorrer a prefeito, sendo quatro reeleições, incluindo a dele, e três sucessões.

Na Costa Doce, com 190,9 mil eleitores, dos 13 municípios, cinco já fortalecem nomes para potencial candidatura própria a prefeito. Destes, duas para a renovação dos mandatos e uma sucessão.

Política é saliva

O ex-senador José Fogaça – um dos coordenadores do Mobiliza 15 –, presenteou o público de Pelotas com uma verdadeira aula de política. Parafraseando Ulysses Guimarães, citou uma das principais frases do líder: “Política é saliva”. Com essa analogia, Fogaça enfatizou a necessidade de o partido conversar entre si e com a sociedade. Também parabenizou a atuação da militância, muito especialmente à juventude.

“É um orgulho trazer a minha história e experiência e compartilhar com essa juventude que oxigena o partido e muda o MDB para melhor. A eleição de Gabriel Souza como vice-governador do Estado representa isso. Nossos jovens têm uma atuação ativa pela construção do futuro “.

A importância da atuação feminina na política também foi evidenciada pela deputada Patrícia Alba, presidente do MDB Mulher-RS. “O nosso espaço ainda é pequeno, mas temos a satisfação de ser o partido com o maior número de mulheres nas prefeituras e câmaras municipais”, assinalou Patrícia. O MDB tem 10 prefeitas, 12 vices e 232 vereadoras no Rio Grande do Sul.

O deputado estadual Edivilson Brum, líder da Bancada do MDB na Assembleia Legislativa, também entaleceu o fato de o partido estar unido, mobilizado e debatendo. “Saio daqui irmanado pela discussão Política”, declarou Edivilson.

Parceira do Mobiliza 15, a Fundação Ulysses Guimarães (FUG) foi representada pelo secretário-executivo nacional e presidente no RS, Guto Scherer. Ele apresentou o programa Caminhos e Bandeiras, cuja iniciativa é a formação política. Mais informações estão disponíveis no site www.fundacaoulysses.org.br.

Informação e conteúdo

Um dos pontos altos do Mobiliza 15 em Pelotas foi a etapa de qualificação da militância e de futuros candidatos. O objetivo da direção estadual, além de prospectar nomes para a disputa eleitoral, é também prepará-los para uma campanha exitosa e ainda para o desempenho de mandatos produtivos. Nesta edição o público presente teve a oportunidade de receber instruções sobre direito eleitoral, comunicação e posicionamento político-partidário.

Milton Cava e Mariana Steinmetz, consultores do MDB, abriram o ciclo de palestras com orientações jurídicas para campanha eleitoral. Num ambiente leve, a palestra transcorreu com descontração e alguns questionamentos foram esclarecidos durante a explanação. A formação de nominatas para as câmaras de vereadores, proporcionalidade de gênero, desincompatibilização, quociente eleitoral e inelegibilidade foram alguns dos temas abordados.

A jornalista Soraia Hanna, sócia-diretora da Critério Resultado em Opinião Pública, falou sobre campanha digital. A principal mensagem registrada por ela foi sobre protagonismo na vida das pessoas. “Mais do que contar uma história, é preciso fazer a história”, pontuou Soraia. Ela sugeriu aos futuros candidatos que o pontapé inicial da campanha seja o planejamento e a valorização de profissionais de comunicação e pesquisa.

A tendência do eleitor gaúcho e a percepção sobre o MDB foi o tema da explanação da socióloga Elis Radmann, fundadora do Instituto Pesquisas de Opinião (IPO). Assim como Soraia, Elis destacou que o agente político precisa ter empatia na sua relação com a sociedade. “Ter entregas, entender a dor das pessoas, saber ouvir e apresentar resultados são essenciais”, enfatizou. Ela também apresentou estudo e estatísticas sobre o pensamento quanto aos partidos e a política, indicando ações e posicionamentos.

Presenças

O encontro comandado por Branco, presidente do MDB-RS e prefeito de Rio Grande, contou com a participação do ex-senador José Fogaça, do deputado estadual e líder da bancada do MDB na Assembleia Legislativa, Edivison Brum, da deputada estadual Patrícia Alba (presidente do MDB Mulher), do presidente do MDB local, Jader Rodrigues Prestes, dos presidentes da Juventude Norton Soares (nacional) e Fifo Parenti (estadual), dos coordenadores regionais Vinícius Araújo (Costa Doce) e Jimmy Carter (Zona Sul), além de prefeitos, vice-prefeitos, vereadores e presidentes dos diretórios municipais da macrorregião.

Ainda marcaram presença a chefe de gabinete do deputado Márcio Biolchi, Cristiane Ferreira, o secretário-executivo de Relações Institucionais do vice-governador do Estado, Janir Branco, o diretor da Secretária de Obras do Estado, Miguel Medina, o diretor da Secretária de Desenvolvimento do Estado, Roger Rocha, e o suplente de deputado federal Sandro Boka. O vice-governador Gabriel Souza e o ex-governador José Ivo Sartori participaram de forma virtual.

Enviar comentário

Envie um comentário!
Digite o seu nome