Pelotas: operações Integradas encerram festa clandestina e aglomerações

Desde quinta-feira (3) o município está com as atividades comerciais funcionando apenas por tele-entrega e pegue e leve. (Foto: Vitória de Góes/JTR)

Desde às 22h de quarta-feira (2), quando tiveram início as restrições impostas pelo Decreto nº 6.413, que tem por finalidade evitar a proliferação do coronavírus no município, as forças de segurança pública trabalharam para combater aglomerações e garantir o cumprimento das medidas sanitárias. Até a noite de sábado (5), as equipes atenderam denúncias na região das Três Vendas e Areal, e encerraram uma festa clandestina no interior de Pelotas.

Na sexta-feira (4), os efetivos da Brigada Militar, Guarda Municipal, Polícia Civil, agentes de Trânsito e fiscais sanitários realizaram patrulhamento nos bairros e uma blitz na avenida Domingos José de Almeida. À noite, com o apoio do 5º Batalhão de Polícia de Choque, atenderam a uma denúncia de festa clandestina no distrito da Barragem, que resultou na autuação de 73 pessoas por descumprimento dos decretos de enfrentamento à pandemia.

Já no sábado, em função do tempo instável, as equipes se concentraram no patrulhamento ostensivo no Parque Una e nas avenidas São Francisco de Paula, Ferreira Viana, Dom Joaquim e Bento Gonçalves, além do atendimento a denúncias na região das Três Vendas, Areal e Laranjal, com a colaboração dos fiscais da Gestão da Cidade e Mobilidade Urbana.

O patrulhamento seguiu na madrugada deste domingo (6), com as equipes circulando pelas avenidas Ferreira Viana, Adolfo Fetter e Domingos de Almeida, rua Félix da Cunha, bairro Getúlio Vargas e região da Colina do Sol.

Tanto na sexta quanto no sábado, os agentes de Trânsito também autuaram veículos na orla da praia, por estacionamento irregular. A região é monitorada por câmeras, que efetivaram a autuação de 22 veículos.

Enviar comentário

Envie um comentário!
Digite o seu nome