Prefeitura de Pelotas inicia vacinação dos cães da Associação Rural

Imunizantes protegem contra zoonoses como leptospirose, cinomose, hepatite infecciosa, parvovirose e parainfluenza. (Foto: Maria Eduarda Lopes)

Na tarde de sexta-feira (24), a Prefeitura de Pelotas iniciou a vacinação dos cães acolhidos na Associação Rural de Pelotas (ARP). Os dois mil imunizantes, provenientes de doações da Associação Comercial de Pelotas (ACP) e da distribuidora Diamaju Agrícola (Anta Gorda/RS), combatem a raiva e mais quatro cepas de leptospirose, cinomose, hepatite infecciosa, parvovirose e parainfluenza.

Atualmente, o local é abrigo de mais de 300 cachorros abandonados ou oriundos de áreas de risco de alagamento no município. Conforme o secretário de Qualidade Ambiental (SQA), Eduardo Schaefer, a imunização em massa minimiza a transmissão de doenças, principalmente em aglomerações, como é o caso da Associação. “É importante frisar que, antes da vacinação, os animais passam por uma triagem que visa o controle sanitário básico, através do monitoramento de possíveis ecto e endoparasitas”, destacou.

O mutirão de vacinação contou com a participação de técnicos da Secretaria Municipal de Saúde (SMS), SQA e Universidade Federal de Pelotas (UFPel), além de veterinários voluntários.

Voluntários

No período em que a ARP tornou-se um dos principais abrigos para animais no município, o local costumava ter diariamente o trabalho de 120 voluntários. No presente momento, o alojamento contabiliza, em média, o apoio de 30 pessoas por dia.

Por conta disso, a Prefeitura busca voluntários para auxiliar na limpeza, construção e manutenção de baias e cuidado com a alimentação, água e passeio dos animais, entre outras atividades.

Enviar comentário

Envie um comentário!
Digite o seu nome