Pelotas atua para reparar problemas causados pelo temporal

Volume de precipitação registrado já supera o dobro da média de setembro. (Foto: Gustavo Vara/Prefeitura Municipal de Pelotas)
Depois da intensa chuva durante o feriado de 20 de Setembro, várias frentes de atuação foram montadas pela Prefeitura, nesta terça-feira (21), para recuperar os prejuízos causados pelos alagamentos e pela força da água, em diferentes pontos da cidade.  De acordo com o levantamento do Departamento de Drenagem do Sanep, feito esta manhã, setembro já registra 272 milímetros de chuva. Já os dados do Laboratório de Agrometeorologia da Embrapa Clima Temperado apontam um acumulado ainda maior de 277,2 milímetros, o que seria mais que o dobro da média do mês, que é de 136 milímetros.
Apenas entre a tarde de domingo (19) e a noite de segunda-feira, os pluviômetros da autarquia que gerencia os sistemas de água e esgoto do município, na Barragem, registraram 84 milímetros.
Mesmo com toda essa intensidade de chuva, das últimas horas, o secretário de Transporte e Trânsito, Flávio Al Alam, informou que não houve nenhum registro de ruas interditadas ou de desvio em linhas de ônibus por causa de alagamentos. Também não foi registrado nenhum problema em semáforos ou sinalização.
Serviços Urbanos
Conforme o titular da pasta de Serviços Urbanos e Infraestrutura (SSUI), Fábio Suanes, diante do expressivo volume de chuva das últimas horas, foram verificados pontos de alagamentos em áreas consideradas mais críticas, como Vila Governaço, Sanga Funda, Jardim Europa e outras. Nesta terça-feira, a SSUI está com as sete equipes de trabalho atuando intensamente para o escoamento desses pontos. À medida que o solo for secando, será realizado o patrolamento nesses locais.
Zona rural
No interior do município, a chuva provocou muitos estragos em estradas de acesso aos distritos, e cerca de 70% das vias ficaram comprometidas. O patrolamento depende da secagem do solo que, em alguns pontos, já começa nesta quarta-feira (22).  De acordo com a Secretaria de Desenvolvimento Rural, apenas uma ponte está interditada, devido à água ter passado por cima da estrutura, no Arroio Santa Maria, no sétimo distrito. Outras três pontes também recebem atenção da Secretaria nesta terça-feira: a ponte da Prainha, no Monte Bonito, e duas da Colônia de Pescadores Z3 que tiveram o aterro das cabeceiras levado pelas águas.
Recuperação de vias
O secretário de Obras e Pavimentação, Giovan Pereira, explicou que hoje a pasta está concentrada no trabalho de remoção da água dos buracos daquelas vias atingidas pelos alagamentos, além de atuar também na colocação de base para, após a secagem, fazer o recapeamento asfáltico. Pereira afirma que os danos na pavimentação não foram maiores em função do número reduzido de veículos circulando na cidade durante o feriado.
Sanep
O Sanep segue durante esta terça-feira o trabalho de manutenção nas Casas de Bombas, com a remoção dos resíduos que chegam até as estruturas por meio da água escoada pelos canais de macrodrenagem, além da limpeza manual das grades para assegurar a vazão completa da chuva na cidade. Também estão sendo consertados os buracos nas ruas – os populares “chupões” – ocasionados pelo grande volume de chuva no sistema pluvial.

Enviar comentário

Envie um comentário!
Digite o seu nome