Estrada Barro Duro/Z3 está com trânsito interrompido em Pelotas

Bloqueio permite que maquinário trabalhe com mais agilidade na recuperação do leito da via. (Foto: Gustavo Vara)

Nesta terça-feira (11), atendendo solicitação da Secretaria de Desenvolvimento Rural (SDR) e da Defesa Civil, o trânsito na avenida Rubens Machado Souto, que liga o Balneário dos Prazeres à Colônia Z3, se mantém interrompido até as 19h. A medida foi adotada pela Prefeitura, por intermédio da Secretaria de Transporte e Trânsito (STT), para permitir que o maquinário que trabalha no restabelecimento do percurso seja operado com mais agilidade e segurança.

O bloqueio será reeditado nesta quarta-feira (12), com relaxamento em alguns horários, como antes das 8h, entre o meio-dia e às 13h, e depois das 18h. “A interrupção do trânsito é a melhor maneira de acelerarmos o ritmo das intervenções. Além da remoção da areia depositada na estrada, pela elevação da água da Lagoa dos Patos durante a crise climática, estamos colocando saibro com pedra rachão e compactando esse material para refazer o leito” explica o secretário de Desenvolvimento Rural, Romualdo Cunha Júnior.

Toda a areia acumulada no leito original da via é removida para as laterais. Futuramente, será devolvida para a margem da Lagoa que, hoje, continua descaracterizada devido ao intenso movimento da elevação da água na enchente.

“A recuperação da estrada avança gradativamente. Infelizmente, o deslocamento de veículos da população pelo trajeto compromete a agilidade. Pedimos a colaboração de todos, no sentido que utilizem a via somente nos horários permitidos e compreendam que a interrupção é necessária no momento”, frisa o secretário.

Um trator com esteira, uma motoniveladora (patrola), um rolo, uma retroescavadeira-hidráulica, duas caçambas no percurso, dez caçambas para transporte de material e três retroescavadeiras integram a frota em atividade na estrada da Z3. Romualdo Cunha Júnior informa que o leito da via possui seis metros de largura e, com a concentração do trabalho das máquinas, qualquer outro veículo que chegue no trajeto acaba atrapalhando.

Ponte do Totó

Durante esta terça-feira, o Departamento de Pontes da SDR atuou na construção de desvio sobre o arroio Totó. A ponte de madeira, antiga, poderia não resistir ao intenso trânsito pesado de maquinário e transporte de material para a reconstituição da estrada.

A travessia/desvio foi feita com dez canos armados para suportar o transporte de veículos pesados. O uso da ponte antiga não chegou a ser interrompido e a estrutura está liberada, preferencialmente, para veículos leves.

Estrada do Posto Branco à Z3

Na segunda-feira (10), a frente de trabalho que desenvolvia atividades de recuperação da estrada de acesso à Colônia Z3, via Posto Branco, foi integrada à força-tarefa na avenida Rubens Machado Souto, da orla da praia.

“A centralização em apenas um trajeto foi a medida adotada para otimizar os serviços e oferecer à população, o mais breve possível, o acesso mais curto, mais rápido e com mais conforto à Colônia de Pescadores”, esclarece Romualdo Cunha Júnior, enfatizando que a estrada do Posto Branco, seriamente comprometida pela crise climática, não é própria para o trânsito regular do dia a dia, mas serviu como alternativa e receberá manutenção, a seu tempo, com retorno das equipes e máquinas.

Interior da Colônia de Pescadores

O trabalho de recolhimento dos descartes feitos por moradores da Z3, que retornaram a suas residências, já se iniciou na Colônia. O material retirado das ruas é colocado em área nos fundos da sede da administração distrital e, tão logo restabelecida a estrada, será transportado para outro destino.

“A prioridade para a Z3, no momento, é a liberação do acesso. No entanto, o interior da Colônia não ficará sem a devida atenção do Poder Público”, afirma o secretário de Desenvolvimento Rural.

Enviar comentário

Envie um comentário!
Digite o seu nome