Ecosul implanta novo modelo de sinalização de obras no Polo Rodoviário de Pelotas

A iniciativa faz parte dos esforços contínuos da empresa para melhorar a segurança viária e garantir a proteção dos usuários e das equipes de trabalho da concessionária. (Foto: Divulgação/Ecosul)

A Ecosul, concessionária responsável pela administração de 457,3 quilômetros de rodovias na Zona Sul do Estado, adotou e já iniciou a implementação de um novo modelo de sinalização de obras no Polo Rodoviário de Pelotas. A estreia ocorre no trabalho de manutenção das juntas de dilatação e do pavimento da ponte sobre o Canal São Gonçalo, na BR-392, onde a intervenção foi iniciada nesta semana e vai se estender por três meses. A iniciativa faz parte dos esforços contínuos da empresa para melhorar a segurança viária e garantir a proteção dos usuários e das equipes de trabalho da concessionária.

Segundo o gerente de engenharia da Ecosul, Miquéias Neuenfeld, a principal mudança está no aumento do tamanho das placas de sinalização. “As áreas de obra terão sinalização com o tamanho igual ou maior do que a sinalização da via, diferentemente da que tínhamos até então”, afirma. Ele também destaca que os cones pequenos não poderão mais ser utilizados para obras noturnas, sendo substituídos por dispositivos como lamelas plásticas, indicado para canalização e bloqueio, e os supercones, que são cilindros canalizadores de tráfego conhecidos como bolo de noiva, mais visíveis e seguros.

Além disso, a nova sinalização inclui uma área maior de bloqueio antes do local efetivo da obra, especialmente em casos de desvio e de interrupção do fluxo na pista. “Isso aumenta a segurança tanto para os colaboradores quanto para os usuários da rodovia”, pontua.

A sinalização temporária foi projetada para garantir a segurança viária, advertir os usuários sobre a intervenção, fornecer informações claras e regulamentar a circulação, reduzindo o risco de acidentes e congestionamentos. O grupo EcoRodovias, do qual a Ecosul faz parte, possui um ecossistema de segurança viária composto por quatro pilares: Comitês de Segurança, Comitê de Sinalização, Squads de Inovação em Segurança Viária e Núcleo de Segurança Rodoviária. Esses grupos trabalham em conjunto para analisar ocorrências, propor medidas de redução de riscos, estudar melhorias contínuas e disseminar boas práticas de segurança, como a nova sinalização em implantação no Polo de Pelotas.

Reduções de acidentes

A adoção do novo modelo de sinalização de obras pela Ecosul reflete o compromisso da empresa em aprimorar a segurança viária e proteger tanto os condutores quanto os trabalhadores. Com foco na agenda ESG, a EcoRodovias ainda assumiu o compromisso de reduzir em 50% os acidentes fatais de trânsito até 2030 e em 50% a taxa de lesões em acidentes não fatais entre os colaboradores.

Neste contexto, as mudanças na sinalização auxiliam na diminuição significativa nos riscos de acidentes e oferece uma maior fluidez no tráfego durante as intervenções viárias. Na última Década de Ação pela Segurança no Trânsito da ONU, as rodovias administradas pela EcoRodovias apresentaram uma redução de 46% no número de vítimas fatais, 45% em feridos e 37% em acidentes.

Enviar comentário

Envie um comentário!
Digite o seu nome