Conexão ACP: evento apresenta os resultados do estudo Persona – quem são e o que pensam os gaúchos?

O estudo buscou entender os perfis, comportamentos e hábitos dos consumidores do Rio Grande do Sul em meio às mudanças contemporâneas e como eles podem impactar os negócios. (Foto: Paulo Rossi)

Quem são os gaúchos? O que pensam? Os resultados da pesquisa Persona, realizada pelo Grupo RBS, foram divulgados para empresários durante o Conexão ACP, evento promovido pela Associação Comercial de Pelotas (ACP) em conjunto com as entidades participantes da Aliança Pelotas, na noite da última quinta-feira (13), no auditório do Sicredi.

O estudo, que buscou entender os perfis, comportamentos e hábitos dos consumidores do Rio Grande do Sul em meio às mudanças contemporâneas e como eles podem impactar os negócios, foi apresentado pela diretora executiva de Mercado do Grupo RBS, Patrícia Fraga, e pelo Diretor de Mercado Interior, Leonardo Persigo. 

Os resultados do estudo mostram o que se transformou na percepção sobre o povo do Rio Grande do Sul ao longo dos últimos anos. Diretora-executiva de Mercado do Grupo RBS, Patrícia Fraga deu início ao evento introduzindo o conceito do gaúcho em movimento. A ocorrência de uma abertura maior para o novo e para o mundo faz com que ele tenha outros comportamentos, inclusive em relação ao consumo. A pesquisa, por sua vez, traz novas nuances e insights relevantes para as marcas que desejam se comunicar com esse público, argumenta Patrícia.

A pesquisa, realizada em parceria com as empresas de pesquisa Coletivo Tsuru e Cúrcuma, que o morador do RS se move em torno da família, das suas raízes, do trabalho e dos afetos. Com base nos resultados, foi possível mapear três perfis de gaúchos e suas características: Guardião, Conciliador e Explorador.

Guardião
• 20% dos entrevistados se identificam com essas características:
• valoriza as tradições;
• preocupado em manter os valores;
• temerário em mudanças drásticas;
• seguidor de uma “cartilha dos costumes”;
• mais fechado e rígido;
• Maior consumo e preferência por marcas gaúchas e conhecidas.

Conciliador
• 59% dos entrevistados se identificam com essas características:
• interessado em evoluir, mas sem ousadia;
• corre riscos com cautela;
• ponderado, tem os pés no chão;
• não esquece das origens, mas aceita o debate;
• Preferência por uma composição entre marcas locais e marcas consideradas referência de qualidade em suas categorias.

Explorador
• 22% dos entrevistados se identificam com essas características:
• movido pelo novo;
• atraído pelo ritmo acelerado das mudanças;
• inquieto;
• apaixonado por viajar, aprender outras culturas;
• assume riscos com mais facilidade;
• perfil que mais refletiu durante a pandemia;
• Maior repertório de marcas no seu dia a dia, gosta de experimentar novidades.

De acordo com o estudo, a maioria dos gaúchos continua bastante próxima às tradições. Para 92,8%, elas vão além do churrasco, do chimarrão e das vestimentas, incluindo um senso de pertencimento. Além disso, 86,5% creem que os costumes estão evoluindo com o passar do tempo, mas ainda mantém suas raízes. Para 56%, o tradicionalismo não é importante, mas há compreensão de sua importância para o Estado.

O Conexão ACP/Aliança Pelotas possui o patrocínio das empresas: Banrisul; BRDE; CMPC, Ecosul; Farmácias São João, Lifemed; Bairro Quartier; Rabassa Seguros; Sicoob Vale Sul; Sicredi Interestados RS/ES; Telealarme; TOTVS; Unimed Pelotas, Macroatacado Treichel, Vetorial Internet e Wilson Sons – Unidade de Negócios Tecon Rio Grande.

Enviar comentário

Envie um comentário!
Digite o seu nome