Bancas do Mercado Central de Pelotas terão novos processos de locação

Processo licitatório, realizado no começo do ano, resultou em mais quatro novas opções de comércio e gastronomia. (Foto: Michel Corvello/Prefeitura Municipal de Pelotas)

Interessados em ocupar um dos 13 espaços comerciais ainda disponíveis no Mercado Central de Pelotas terão nova oportunidade nos próximos dias. A Secretaria Municipal de Desenvolvimento, Turismo e Inovação (Sdeti), responsável pela gestão de locação, já trabalha na elaboração de nova licitação para ocupação das bancas vazias, até o final de abril. Antes, processo de habilitação, por meio da modalidade Carta Convite, está disponível para quatro lojas.

De acordo com o planejamento da Sdeti, a nova licitação vai envolver nove unidades comerciais, entre elas, uma das torres que está destinada ao setor da gastronomia. Para as demais, estão previstas atividades comerciais e de serviços como artesanato, correaria, camping, produtos coloniais, agropecuários, pet shop, dentre outros. Além disso, por já terem ocorrido três processos públicos sem interessados, quatro outras bancas, na área de comércio, já estão disponíveis para locação via Carta Convite. Trata-se dos espaços 66, 67, 70 e 73.

“São mais quatro espaços para que as pessoas que queiram empreender no Mercado Central, que é um símbolo turístico da cidade, possam se habilitar, nos próximos dias, por essa forma de Carta Convite, que facilita e agiliza muito o processo de locação”, detalhou o secretário da Sdeti, Gilmar Bazanella.

O gestor projeta incrementar as operações e movimentação no Mercado nos próximos meses. Interessados devem se dirigir à Sdeti, à rua Félix da Cunha, 603, quase esquina com a praça Coronel Pedro Osório. O telefone para outras informações é o (53) 3225-7755.

Ocupação das bancas e valores

Atualmente, quatro propostas vencedoras, na última licitação, estão em fase de assinatura de contrato com o Município, para a abertura de dois espaços gastronômicos e de duas lojas de comércio variado. A ocupação do Mercado gira, hoje, em torno de 83%. Os aluguéis variam de R$ 970,00 a R$ 4.660,00, dependo da unidade, enquanto os valores de outorga (lance mínimo nos processos de licitação) oscilam entre R$ 3.880,00 e R$ 17 mil.

Enviar comentário

Envie um comentário!
Digite o seu nome