95ª Expofeira Pelotas aposta em médias históricas para os leilões

(Foto: Divulgação/ARP)

Mais de mil animais são confirmados para os leilões da 95ª Expofeira Pelotas, que acontecerá nos dias 4 a 10 de outubro. Gados de corte, cavalos crioulos e pôneis integram a pista de remates do Parque Ildefonso Simões Lopes, da Associação Rural de Pelotas (ARP). Neste ano, o evento será realizado em formato híbrido – digital e presencial. Todos os certames poderão ser acompanhados pela plataforma do evento.

Os criadores e leiloeiros estão otimistas quanto aos remates desta edição. Não se descarta até que, nos leilões da 95ª Expofeira, as médias superem a Expointer. A produtora e ex-presidente da ARP entre 2017 e 2019, Carolina Peró Osório, confirma. “As médias aqui são muito altas. As cabanhas na região são conhecidas pelo seu alto valor genético e pelo emprego de técnicas modernas de criação. Não é raro termos ofertas na pista da ARP de vencedores da Expointer, o que valoriza muito os nossos remates.”

Rústicos da raça Angus do criatório da cabanha Recalada – destaque em Esteio (trio reservado grande campeão de fêmeas PO e grande campeão nos machos PO) – do produtor Fábio Ruivo, do Capão do Leão, são alguns dos 20 touros e 20 fêmeas que estarão à venda na noite de 6 de outubro, a cargo do Knorr Leilões e, a exemplo dos demais, transmitido pelo Lance Rural e pela plataforma da Expofeira Pelotas.

Outra atração é o preço do boi vivo, diz o leiloeiro Eduardo Knorr, cuja empresa fará cinco dos nove leilões da programação. Ele compara: “Se ano passado o quilo do terneiro estava a R$ 7,50, este ano está a R$ 12, R$ 13. A pecuária tem sido um belo investimento nos últimos dois anos”. Rodrigo Crespo, da Casarão Remates, confirma. Para ele, reconhecer o bom momento do agronegócio brasileiro é “chover no molhado”. A expectativa do leiloeiro resume o otimismo do setor. Crespo confia que os quase 200 animais que colocará em pista nos remates Hereford da Fronteira e Só Angus (dias 9 e 10 de outubro, respectivamente) vão alcançar 100% de liquidez.

Outros dois leilões, além dos de gado de corte, confirmados nesta 95ª Expofeira Pelotas, são o de pôneis (marcado para sábado, dia 9, a cargo da Pedro Mancha Leilões) e o de cavalos crioulos, da fazenda Liscano, de Arroio Grande – previsto para a noite de domingo, 10.

No remate de pôneis, o leiloeiro Pedro Borba Pereira, colocará em pista 25 animais de todo o Estado. Ele espera repetir o feito de 2020, quando foram vendidos exemplares para outras unidades da federação, como Minas Gerais, São Paulo, Rio de Janeiro e Espírito Santo. “Acho que deve manter a média de R$ 8 mil por animal, a mesma do ano passado”, crê. “O mercado sempre foi bom, mas tinha muita venda direta, não estava direcionado para leilão.”

Cavalo Crioulo
O leilão de cavalos crioulos da fazenda Liscano, de Arroio Grande, Redução de Plantel, fecha a programação da 95ª Expofeira Pelotas. O remate está previsto para as 21h de domingo, 10. Dona de uma das manadas mais importantes da raça, a propriedade vai colocar em pista 40 lotes de potrancos e éguas de cria.

Confira a programação de leilões da 95ª Expofeira Pelotas
Segunda-feira 4/10
Brangus Piratini – 19h (Knorr Leilões)

Terça 5/10
Montana – 19h (Knorr Leilões)

Quarta 6/10
Recalada Angus – 19h (Knorr Leilões)

Quinta 7/10
Genética em dose tripla – 19h (Knorr Leilões)

Sexta 8/10
Santa Eulália Angus – 19h (Knorr Leilões)

Sábado 9/10
Pôneis -15h (Pedro Mancha Leilões)
Hereford da Fronteira – 19h (Casarão Remates)

Domingo 10/10
Só Angus – 17h (Casarão Remates)
Leilão Fazenda Liscano (cavalo crioulo) – Redução de Plantel– 20h30 (Macedo Leilões Rurais)

Enviar comentário

Envie um comentário!
Digite o seu nome