Pelotas: Atletas do QLNB vão ao Super Campeonato Brasileiro de Taekwondo

Equipe do projeto da Prefeitura é formada por sete atletas que viajaram nesta segunda-feira para disputar o torneio realizado em Fortaleza (CE). (Foto: Divulgação)

Uma equipe do projeto Quem Luta Não Briga (QLNB), mantido pela Prefeitura de Pelotas, embarcou nesta segunda-feira (14) rumo a Fortaleza (CE) para disputar o Super Campeonato Brasileiro de Taekwondo, apontado como o principal evento da modalidade no ano. O time pelotense coordenado pelo professor Rossano Diniz é formado por sete atletas que competem em seis categorias distintas. O Super Campeonato Brasileiro começa na quarta-feira (16) e termina no domingo (20).

Diniz ressalta a importância do torneio ao lembrar que os três primeiros colocados de cada categoria estarão qualificados para receber a Bolsa Atleta do governo federal e classificados para participar do Grand Slam, evento de formação da Seleção Brasileira. “Essa equipe é muito promissora, esses atletas vêm se destacando no cenário estadual e agora chegou a vez de um desafio maior. O evento é muito disputado e as vezes um atleta renomado da seleção brasileira acaba perdendo na primeira fase por um descuido. Mas nossos atletas estão em sua melhor fase e espero bons resultados”, afirma.

A equipe do QLNB teve as despesas da viagem custeados pela Prefeitura, Federação Gaúcha de Taekwondo e através de uma campanha de arrecadação realizada pelos atletas e suas famílias.

Conheça a equipe do Quem Luta, Não Briga que representará Pelotas no Super Campeonato Brasileiro de Taekwondo:

Luiza Esthaite Nolasco – Categoria: Infantil -45kg
Joana Lischtnow – Categoria: Júnior -55kg
Bryan Leal Martins – Categoria: Júnior -55kg
Denner Lopes – Categoria: Sub21 +87kg
Andrio Nolasco – Categoria: Sub21 -74kg
Lennon Márquez – Categoria: Master -58kg
Cauã Tissot – Categoria: Júnior Colorida -55kf
Treinador: Rossano Diniz

Conheça o projeto Quem Luta Não Briga

O Quem Luta Não Briga, da Prefeitura de Pelotas, compõe as atividades de Desporto da Smed. O projeto desenvolvido em parceria com a Universidade Federal de Pelotas (UFPel), Escola Superior de Educação Física (Esef), Universidade Católica de Pelotas (UCPel), Central Única das Favelas (Cufa) Pelotas e Instituto de Menores Dom Antônio Zattera iniciou-se no ano de 2011 e já atendeu milhares de jovens pelotenses com a prática do taekwondo.

A modalidade esportiva de combate olímpico é oferecida, gratuitamente, para estudantes das redes pública e privada de ensino. Ao longo dos 11 anos em atividade, o projeto desenvolveu diversos atletas faixas pretas e com títulos nacionais e internacionais.

As aulas são nas segundas e quartas-feiras, no Colégio Municipal Pelotense e, nas quintas-feiras, na Esef/UFPel.

Enviar comentário

Envie um comentário!
Digite o seu nome