Pelotas apoia projeto Interiorização Cultural

Evento na Casa Gruppelli, 7º distrito, Quilombo, domingo (2), contará com diversificada programação. (Foto: Rodrigo Chagas/Prefeitura Municipal de Pelotas)

O projeto Interiorização Cultural chegará à Casa Gruppelli, localizada no 7º distrito, Quilombo, no domingo (2). A partir das 14h, diversificada programação será oferecida ao público, com apoio da Prefeitura de Pelotas, por meio das secretarias de Desenvolvimento Rural (SDR) e de Desenvolvimento, Turismo e Inovação (Sdeti), Emater e governo do Estado. A realização está a cargo do próprio empreendimento rural, da Companhia de Dança Afro Daniel Amaro, e do Laboratório de Museologia Colaborativa (CoLab) da Universidade Federal (UFPel).

“Interiorizar a cultura é otimizar o turismo. Uma das prioridades do Município é o crescimento do turismo rural. Catalogamos essa área como um dos grandes potenciais de desenvolvimento econômico, gerador de postos de trabalho e renda. Apoiamos o evento e convidamos o público da cidade para que compareça. O ingresso é gratuito”, salienta o diretor executivo da Secretaria de Desenvolvimento Rural, Romualdo Cunha Júnior.

Para o secretário de Desenvolvimento, Turismo e Inovação, Gilmar Bazanella, “A iniciativa de interiorização da cultura permite a troca de experiências entre o urbano e o rural. Esse processo ajuda a sociedade a ampliar conhecimentos acerca de características, etnias, hábitos e princípios em ambientes diferentes, promovendo o crescimento social e o respeito. Ir ao encontro do meio rural é uma quebra de paradigma que só soma para fomentar o desenvolvimento.”

Programação

De acordo com os realizadores, o projeto amplia a visibilidade para a produção cultural do interior do município, com foco no turismo rural. Toda a programação artística da tarde no Gruppelli será da colônia, com exceção da apresentação da União Gaúcha João Simões Lopes Neto, que participará do evento para prestigiar a iniciativa. Confira as atrações.

– 14h – Abertura com entrega do livro Monte Bonito da Serra dos Tapes ao Museu Gruppelli.

– A partir das 14h – Exposição de artesanato, vestuário e agroindústria, além da abertura do Museu Gruppelli. Participação da Associação Comunitária Quilombola do Alto do Caixão e da Comunidade Indígena Guarany

– 14h30min – Banda Cidade Nova.

– 16h – Grupo Juvenil da União Gaúcha João Simões Lopes Neto.

– 16h30min – Banda Cidade Nova.

– 18h – Encerramento.

Enviar comentário

Envie um comentário!
Digite o seu nome