Morro Redondo: Presidente implementa o Processo Legislativo Sustentável na Câmara

Atual presidente da Câmara Municipal, vereador Thiarles Schneider (PT), afirma que mantém um bom relacionamento com os demais parlamentares da Casa e com o Executivo Municipal. (Foto: Luciara Schneid/JTR)

Eleito pela primeira vez em 2016 pelo Partido dos Trabalhadores (PT), o atual presidente da Câmara Municipal, vereador Thiarles Schneider (PT), cumpre o seu segundo mandato na Casa, e quer deixar uma marca: a de que foi o responsável por implementar o Processo Legislativo Sustentável, que além de melhorar a eficiência operacional e reduzir custos, irá adotar práticas voltadas à preservação ambiental, como a redução no consumo de papel para a produção dos documentos legislativos.

A principal ferramenta dos parlamentares passará a ser então o tablet, notebook e até mesmo o celular, onde através de um login, terão acesso virtual a toda a documentação gerada na Câmara e poderão votar nas sessões ou fazer por exemplo uma indicação a algum projeto. A assessora geral do Legislativo encontra-se em treinamento e, posteriormente, irá orientar os vereadores para que o sistema passe a ser utilizado definitivamente – o que dará ainda mais transparência à atividade legislativa. A iniciativa tem a parceria da União dos Vereadores do Rio Grande do Sul (Uvergs), entidade à qual a Câmara local é associada.

Com a implementação do Processo, os vereadores terão acesso virtual a todos documentos gerados no Legislativo. (Foto: Adilson Cruz/JTR)

Filiado ao PT desde 2011, em 2021 conquistou seu segundo mandato. Schneider foi o primeiro petista e único vereador a se eleger pela sigla no município e afirma que o que menos faz é oposição. Pelo contrário, prega a unidade e o bom relacionamento entre todos os nove vereadores da Casa, composta ainda por integrantes do União Brasil (UB), PSDB e Progressistas (PP), além de ter um excelente relacionamento com o prefeito Rui Brizolara (UB), de diálogo e cooperação. “Eu fui eleito para trabalhar para a comunidade”, ressalta.

“Neste mandato, por força da legislação por ser ano eleitoral, tive que voltar o foco da gestão à parte administrativa”, salienta Schneider. Formado em Administração de Empresas, pós-graduado em Gestão Pública e acadêmico de Enfermagem, preparo não lhe falta. No entanto, destaca que não trabalha sozinho. Além da Mesa Diretora, formada pela vice-presidente Vivian Rickes Rosa (PSDB), primeira secretária Maria Augustina Ludtke (UB) e segunda secretária Letícia dos Santos (PSDB), o parlamentar pode contar ainda com a experiência do grupo de funcionários da Casa, a diretora geral Carmem Buttow, a assessora geral de Legislativo Dulce Kohls Ribeiro e o assessor jurídico Claudio Haertel, grupo a quem deposita total confiança.

Claro que como bom vereador, a intenção era dar seguimento a projetos de maior impacto, como o Câmara Itinerante e Vereador Mirim, que integrou em anos anteriores. O Câmara Itinerante busca a descentralização das sessões legislativas, realizadas a cada semana numa localidade. Porém, não está sendo realizado devido ao ano eleitoral. “As sessões que acontecem às terças-feiras, às 9h30, eram realizadas na sexta-feira à noite, oportunizando uma maior participação da comunidade”, sublinha.

Já o Vereador Mirim visa despertar as futuras gerações para a consciência política. De autoria da atual vice-prefeita Angelica Boettge dos Santos (PSDB), é realizado desde 2018 em parceria com a Secretaria de Educação, Cultura e Desporto junto às escolas municipais e conta com a participação de nove alunos.

Schneider também credita ao seu mandato a renovação de algumas parcerias. Uma delas se dá com o Executivo Municipal, através da vice-prefeita e Faculdade Anhanguera, para cedência do espaço – plenário e gabinetes – toda segunda-feira à tarde para a realização das atividades da Faculdade de Psicologia.

Além disso, toda primeira segundafeira do mês, a Associação dos Empreendedores de Turismo de Morro Redondo (Aetmore), realiza suas reuniões no plenário da Casa. Também deu seguimento e concluiu o projeto de reforma e pintura do prédio e a compra de molduras para a Galeria de Vereadores, iniciado por seu antecessor.

Preza ainda por construir uma boa relação com lideranças do partido, como o senador Paulo Paim, deputados federais Alexandre Lindemeyer, Dionilso Marcon, Reginete Bispo, Paulo Pimenta e estadual Zé Nunes, ao que atribui um repasse de recursos para o município na ordem de R$3 milhões em emendas parlamentares destinadas a setores como educação, saúde e agricultura.

Enviar comentário

Envie um comentário!
Digite o seu nome