Morro Redondo: Executivo Municipal destaca investimentos realizados em diversas áreas

O prefeito Rui Brizolara (União Brasil) e a vice-prefeita Angélica Boettge dos Santos (PSDB) falam das ações em prol da comunidade. (Foto: Divulgação)

Morro Redondo chega aos seus 36 anos de emancipação política, completados no domingo (12), com investimentos em todas as áreas do município, como educação, saúde e assistência social, obras, desenvolvimento rural e turismo. Somente em emendas parlamentares e recursos do programa Avançar RS do governo do Estado foram mais de R$9,7 milhões, que refletiram em melhorias significativas dos serviços oferecidos à população em todos os setores. As emendas são provenientes de senador, deputados federais e estaduais do Partido dos Trabalhadores (PT), Partido da Social Democracia Brasileira (PSDB), União Brasil (UB), Partido Progressistas (PP) e do Partido Liberal (PL).

Chegando ao final de seu quinto mandato, o prefeito Rui Brizolara (União Brasil) ainda não se decidiu se vai ou não se candidatar à reeleição e elenca algumas das realizações mais relevantes do seu governo nos últimos quatro anos.

Depois de quase 20 anos à frente da Prefeitura, Brizolara conhece muito bem as necessidades do pequeno município de quase seis mil habitantes, que além da sua vocação para a agropecuária, há oito anos despertou também a área do turismo rural. E como cidade turística da Serra dos Tapes/ Sudeste, requer investimentos em infraestrutura e  melhorias dos espaços urbanos a fim de receber com conforto os visitantes do já consolidado Roteiro Morro de Amores, com os seus mais de 37 empreendimentos.

Confira os investimentos do Executivo em cada setor:

Educação, Cultura e Esporte

Pensando no bem-estar dos 710 alunos das cinco escolas da rede municipal, foram investidos mais de R$1 milhão, dos quais R$600 mil foram direcionados à ampliação e reformas das instalações das escolas. Uma delas, a Alberto Cunha, teve mais R$150 mil investidos na reforma do Ginásio de Esportes, que recebeu reboco e troca de telhado. Também foi construída uma quadra de esportes no bairro Eurico Fiss, sob o investimento de R$243 mil.

Para melhorar o aprendizado, ainda foram destinados R$100 mil na aquisição de equipamentos, como kits robótica aos laboratórios de informática e uniformes escolares para toda a rede, com recursos de R$170 mil.

Através de ações com parceiros, passou a ser oferecido o Ensino para Jovens e Adultos (EJA) nos níveis Fundamental e Médio, com oferta de transporte escolar pelo Serviço Social da Indústria (Sesi), e também a jornada de Educação Financeira nas escolas, com o apoio do Sicredi. Na Educação Infantil, não há demanda reprimida e todas as crianças na faixa até os cinco anos de idade com turno integral estão sendo atendidas.

Também foram realizados investimentos em projetos nas escolas, com música, esporte, reforço escolar no turno inverso, informática, horta escolar, banda marcial e aquisição de acervo bibliográfico para a Educação Infantil. No Ensino Fundamental, foi introduzida a disciplina de Projeto de Vida.

Foram ainda contratados psicóloga e assistente social para a rede municipal e realizada capacitação para todos os profissionais da Educação. Também foi mantido o piso nacional dos professores, acrescido de um terço de jornada extraclasse e contratado monitor para atendimento a crianças portadoras de necessidades especiais. Além disso, foi adquirido e implantado o sistema de ensino Aprende Brasil. O transporte escolar beneficiou todo o interior e a zona urbana, com investimentos no valor de R$77 mil.

No Esporte, foi reativado o projeto de futsal, com a participação de mais de 150 crianças e adolescentes, de cinco a 15 anos, masculino e feminino.

Na Cultura, foi destinada uma emenda parlamentar no valor de R$100 mil para a reforma do CTG Cancela Grande. “A Lei Paulo Gustavo teve 11 beneficiários no município. Uma forma de apoiar os artistas e empreendedores locais”, disse o prefeito.Por fim, através de projetos culturais do governo do Estado, foi possível organizar três eventos: o Doce Natal Colonial, o Carnaval e a Festa do Doce Colonial, realizada no mês de julho.

Município faz investimentos na quadra de esportes e na pista de skate. (Foto: Divulgação)
(Foto: Divulgação)

Agricultura

Cerca de 60% da população local vive no campo. As ações da Secretaria de Desenvolvimento Rural e Turismo se voltaram a recursos de seis programas: três municipais (Correção do Solo, Reservação de Água e Agroindústrias) e três estaduais (Avançar RS, Troca-troca de Sementes e Consulta Popular).

Na Correção do Solo, foram 107 beneficiados com cargas de calcário, totalizando 1.605 toneladas. Ainda foi realizado o transporte de cargas deste material para 40 produtores, além de cascas de arroz para cinco produtores e de adubo para outros cinco. O prefeito salienta que essas ações foram possibilitadas com recursos próprios.

 

Na correção de solo, foram 107 beneficiados com cargas de calcário, totalizando 1.605 toneladas. (Foto: Divulgação)

No que se refere à Reservação de Água, Brizolara destaca ainda a construção de 12 açudes executados via Fundo Estadual de Apoio ao Desenvolvimento dos Pequenos Estabelecimentos Rurais (Feaper) com mais de R$91 mil aplicados, tendo sido também instaladas três cisternas, que estão em fase de conclusão. Ainda foram construídos e recuperados 25 açudes, no total de 260h, e utilizados serviços de retroescavadeira para manutenção de reservatórios e bebedouros, no total de 800h. A instalação de poço artesiano pelo Avançar atendeu 40 famílias.

Das cinco Agroindústrias legalizadas no município (Queijaria, Embutidos, Doces, Vinho e Flores), quatro têm o suporte e apoio da Prefeitura. Além do acompanhamento quinzenal de médica veterinária para embutidos, queijo e doce de leite, os empreendimentos recebem apoio para participação em feiras estaduais como a Expointer e regionais, como a Fenadoce. Também foi restaurada uma camionete para atender as demandas de transporte da agricultura familiar e viabilizada a instalação de baú em caminhão para transporte de alimentos do Programa de Aquisição de Alimentos (PAA) e Programa Nacional de Alimentação Escolar (PNAE), entre outros.

Foram construídos 12 açudes via Fundo Estadual de Apoio ao Desenvolvimento dos Pequenos Estabelecimentos Rurais (Feaper) com mais de R$91mil aplicados. (Foto: Divulgação)

Obras
O município enfrentou três situações de emergência, uma por seca e duas por excesso de chuva e vento, o que dificulta muito a manutenção das estradas, conforme sublinhou o prefeito. Mesmo assim, foram realizados alargamentos e melhorias, além de construção de pontes e manutenção com recursos em torno de R$250 mil. Receberam calçamento as ruas das Camélias e dos Jasmins e as avenidas dos Pinhais e Jacarandá. O investimento nestas obras foi de R$1,5 milhão. Está emandamento a licitação para a avenida das Acácias, com valor em torno de R$500 mil.  Também ficou sob a responsabilidade da Prefeitura a pavimentação do acesso ao hospital, com recursos do Pavimenta, contrapartida do município e emendas parlamentares. Também foi adquirida uma roçadeira articulada para limpeza das estradas.

Ainda está em andamento o processo licitatório e liberação de recursos para a execução do pórtico de entrada do município, que será erguido a 300 metros da BR-392. Além disso, também está sendo licitada a estruturação de parte da Praça 12 de Maio e a construção do pavilhão de eventos coberto na frente do Ginásio de Esportes. Foram realizadas ainda obras na Praça da Emancipação, troca de madeiras e tela da praça Araçá, troca de brinquedos e manutenção no Morro de Cima. Outra obra que está em andamento no município é a revitalização da praça Rua do Salso. Também foi realizada a pavimentação no Campo do Índio. No setor da habitação, o município foi selecionado para a construção de 50 unidades do programa Minha Casa Minha Vida.

Saúde e Assistência Social.

Foram executadas manutenção e pintura nas Unidades Básicas de Saúde (UBSs) Arthur Neubert, que também recebeu ampliação; Willi Becker, na localidade Palha Branca e Vitor Hugo Nunes Mancini, na localidade de Açoita Cavalo. Outra obra executada foi a adequação da farmácia e a aquisição de uma câmara fria para armazenar os medicamentos e insulinas. A população dispõe de atendimento especializado a portadores de deficiência como fonoaudiólogo, fisioterapeuta.

Através de convênio com o hospital, a comunidade dispõe de raio-x, ultrassom e os plantões médicos à noite, feriados, sábados e domingos. (Foto: Divulgação)

A população dispõe de atendimento especializado a portadores de deficiência, como fonoaudiólogo, fisioterapeuta, terapeuta ocupacional, ginecologista, psiquiatra e outras especialidades. Através de convênio com o hospital, dispõe de raio-x, ultrassom e plantões médicos à noite, feriados, sábados e domingos.

Na área da Assistência Social, devem ser investidos R$280 mil na ampliação do Centro de Referência em Assistência Social (Cras), que oferece convênio com a Faculdade Anhanguera para atendimento psicológico. Também foram retomados na metade do ano passado os atendimentos em grupos sobre Educação em Saúde.

Brizolara destaca ainda a aquisição de dois veículos Spin, dois Argo, uma ambulância master e uma van de 16 lugares para o transporte de pacientes. Foi realizado o atendimento médico de 150 mulheres para planejamento familiar. Na UBS Arthur Neubert, houve adesão ao programa Rede Bem Cuidar. A primeira etapa aborda o cuidado com idosos, saúde preventiva, atendimento médico, dentista em três UBSs e três equipes da Estratégia de Saúde da Família (ESF).

Município adquiriu recentemente uma ambulância master e uma van de 16 lugares para o transporte de pacientes. (Foto: Divulgação)
(Foto: Divulgação)

Ações desenvolvidas pelo gabinete da vice-prefeita
A vice-prefeita Angélica Boettge dos Santos (PSDB), de 41 anos, é natural de Morro Redondo, está no seu primeiro mandato no Executivo Municipal e busca desenvolver ações políticas à gestão da administração pública, apoiar o prefeito nas demandas existentes e manter a interlocução com outros órgãos públicos municipais, estaduais e federais, conselhos municipais, entidades urbanas e rurais da sociedade civil e organizações não governamentais para ampliar a participação popular na definição das políticas públicas e nas ações desenvolvidas pelo gabinete.

Licenciada em Matemática pela Universidade Católica de Pelotas (UCPel), é especialista em Educação e concluiu o Curso de Gestão Pública em Desenvolvimento Regional, os dois pela Universidade Federal de Pelotas (UFPel). Angélica busca propor projetos, programas, campanhas e ações que visem à melhoria da qualidade de vida da população, à proteção ao idoso, à criança e ao adolescente, à mulher e às pessoas portadoras de deficiências, à integração de jovens ao processo educacional, qualificação profissional e desenvolvimento humano, além da redução de riscos pessoais e sociais dos indivíduos, criação de espaços empreendedores, criativos e solidários, oportunizando cursos e oficinas.

Entre as suas lutas e conquistas nestes mais de três anos de administração pública, Angélica destaca a busca por apoio para que a Associação de Pais e Amigos dos Excepcionais (Apae) voltasse a existir no município. “Hoje, são mais de 35 usuários sendo atendidos pela instituição e há um convênio com a Prefeitura e a luta constante para que a instituição tenha sua sede própria”, afirma.

Desde 2021, quando a Prefeitura ainda tinha um convênio com o hospital, procurou a integração entre as secretarias afins, os profissionais especializados, escola e família para ter de fato uma unidade para atendimento a pessoas excepcionais. “Hoje, o município  compra os serviços de clínicas que atuam no município, dá suporte no transporte dos alunos, mas há uma interligação entre os setores para que seja possível um atendimento eficaz aos especiais”, frisa. A vice-prefeita também participa de grupo de pais de pessoas portadoras de Transtorno do Espectro Autista (TEA).

É também de iniciativa de Angélica a implantação do Programa de Formação para Atendimento Educacional Especializado, realizado desde 2022, em parceria com a UFPel. Neste mesmo ano, foi realizado no município o encontro do Programa TEAcolhe. A gestora salientou que é muito importante que o municío seja acolhido por mais um projeto do governo do Estado, além de poder reunir setores responsáveis por cuidar dos cidadãos com  TEA, dentre outras deficiências. “Acredito que o Programa TEAcolhe ajudará o município a fortalecer sua rede de atendimento, bem como ajudar as famílias no desenvolvimento destes cidadãos, que hoje são crianças, jovens e adultos”, destacou.

Também trouxe para Morro Redondo uma palestra de conscientização sobre o TEA, com roda de conversa entre os pais sobre atendimentos com autistas no município. O evento foi organizado pela bancada local do PSDB com o tema “Com amor as peças se encaixam. Autoridades municipais integraram atividade da programação “Abril Azul no Morro Redondo” de conscientização sobre o TEA.

Pela primeira vez em Morro Redondo, uma reunião foi articulada com os responsáveis por crianças neurodivergentes para criar ações que pudessem facilitar o dia a dia e o convívio dos autistas em diversos ambientes e também nos atendimentos.

Atividades realizadas
Doce Natal: É uma ação organizada desde 2021 por Angélica juntamente com voluntários do município que já possuem longo histórico em ações sociais. Tradicionalmente acontece em cinco fins de semana, entre os meses de novembro e dezembro, com atividades e apresentações culturais na Praça 12 de Maio (praça central) e na Escola José Pinto Martins, localizada na zona rural e com maior número de estudantes em vulnerabilidade social no município.

O evento contou com a presença de um público de cerca de 1.500 pessoas nas edições anteriores, beneficiando com doces e brinquedos aproximadamente 750 crianças em cada, e ainda arrecadou roupas e alimentos para a população local. Sua principal finalidade social consiste em renovar a esperança da população para o novo ano, sobretudo das famílias carentes, além de proporcionar um espaço para os empreendedores do município alavancarem a comercialização e oportunizar oficinas de culinária afim de obter aumento na renda familiar. Buscando a valorização das entidades religiosas, também é realizada uma tarde de adoração a Deus, com atividades ciclísticas para conhecer a história da colônia, além fortalecer a cultura do município e região.

Hospital: Em 2021, Angélica se reuniu com a chefe da 3ª Coordenadoria Regional de Saúde (CRS), Milena Pinto Hoffmann, para tratar da viabilidade de adesão do hospital ao programa estadual Assistir. “O programa Assistir é uma oportunidade para o hospital ter ambulatórios especializados e possibilidade de internações”, pontua.

Também articulou reunião entre membros da direção da instituição de saúde, autoridades municipais e estaduais com a secretária estadual de Saúde, Arita Bergmann, buscando informações referentes ao projeto de ampliação das internações no hospital. “O município tenta aderir ao Programa Assistir, do governo do Estado. O hospital já entregou junto à Coordenadoria de Saúde estadual a demanda referente às internações hospitalares”, diz. Em 2024, o Estado e o hospital assinaram convênios para repasse de R$730,9 mil.

Campanha “Aqueça Nosso Morro 2021”: Entre os meses de maio e agosto, através da campanha Aqueça Nosso Morro foram entregues 130 sacolas de gêneros alimentícios. O projeto arrecadou agasalhos, cobertores, fraldas e alimentos não perecíveis. Neste projeto social, o gabinete da vice contou com o apoio das comunidades religiosas e instituições do município.

Melhorias da VRS-802 no Departamento Autônomo de Estradas de Rodagem (Daer): Em 2021, a vice-prefeita participou de reunião articulada pelo deputado estadual Pedro Pereira (PSDB), acompanhou a agenda e cobrou as melhorias, apontadas pelas lideranças do município, como pintura, roçado, recuos e colocação dos tachões. Em 2022, a rodovia recebeu tachas refletivas, mas os recuos aguardam licitação para serem executados.

Projeto Água Legal: Em 2021, Angélica cobrou a demanda referente à preocupação com a qualidade e preservação da água no município. O objetivo foi promover ações de mapeamento e levantamento dos beneficiados pelo abastecimento tanto dos poços artesianos, quanto do caminhão tanque e cacimbas residenciais, além de capacitações, pensando em levar conhecimento quanto à filtragem e preservação adequada dos recursos hídricos. Também foram abordadas a regularização dos poços artesianos, análise da água dos poços e cacimbas e informações sobre as alternativas viáveis às famílias que carecem deste esclarecimento. Segundo a gestora, o projeto atualmente dispõe de um mapa com os atendimentos. Além disso, foram disponibilizados para algumas das propriedades o Jardim Filtrante e a Filtragem Lenta da água.

Retorno da linha Cerrito Velho: Após inúmeras reivindicações em 2021, o Ministério Publico aprovou a liberação da linha do Cerro “Talado Pacheco”. O processo encontra-se no Daer para estudo de viabilidade sobre a retomada da linha.

Centro de Referência da Mulher: Através do Departamento de Políticas para as Mulheres do RS, foi possível obter recursos de R$65mil em 2022 para garantir atendimento de qualidade e sigilo para mulheres vítimas de violência doméstica e familiar.

Micro açudes, poço e cisternas: Na Secretaria de Agricultura, Pecuária e Desenvolvimento Rural, Angélica se reuniu com a secretária Silvana Covatti, tratando sobre o Programa Avançar, cadastrado em dezembro pela Prefeitura e a Secretaria. Foram aprovados um poço artesiano, 12 micro açudes e três cisternas. Obteve também a adesão PAA com recursos no valor de R$ 360mil.

Atendimentos psicológicos Cuidando do Morro: Os atendimentos começaram em outubro de 2022, em parceria com a Faculdade Anhanguera, direcionados para adultos e crianças, pensando nos efeitos da pandemia na saúde mental da população. No final do ano passado, foi possível atender toda a demanda de adultos da Secretaria Municipal de Saúde. Também começaram a ser atendidos os alunos da Escola José Pinto Martins, da colônia Açoita Cavalo, para ajudar no desenvolvimento escolar da região.

Cultura: Em 2023, o município desenvolveu seu Plano de Cultura, possibilitando a adesão na Lei Paulo Gustavo. Foram beneficiados mais de 11 artistas e empreendedores culturais do município, além de resgatar a cultura e história locais, por meio dos eventos e projetos Doce Natal Colonial, Carnaval e Doce Colonial.

Projeto Upcyncling na Prática – Retecer Memórias: Com o intuito de oferecer novas experiências e oportunidades para os jovens, a vice-prefeita buscou, através do Studio Kuhn, conhecer mais do trabalho exercido sobre transformação de peças de vestuário do brechó ou de segunda mão através do redesign e recostura, desde os primeiros passos da costura até a finalização das peças que vão estar em exposição. A partir do projeto desenvolvido foi possível criar um grupo de trabalho que hoje já expõe em feiras os produtos confeccionados. Angélica destacou a importância do trabalho, pois além de desenvolver a habilidade com a costura, trabalha a criatividade, inovação, empreendedorismo e reutilização e principalmente a sustentabilidade.

Barraca da Saúde – UFPel: A ação teve o objetivo de ensino e prevenção em saúde, levando conhecimento para aos moradores. “Desde 2021, buscamos aproximar as universidades do município de Morro Redondo, buscando unir a pesquisa e a extensão no nosso cotidiano”, pontuou a gestora. A Barraca da Saúde participa dos eventos festivos e sociais do município buscando desenvolver a prevenção e a orientação sobre saúde.

A vice-prefeita destaca também sua luta para que voltasse o atendimento do Cras e da Farmácia Municipal na UBS Vitor Hugo Nunes Mancini da Colônia Açoita Cavalo.

Sobre a iluminação pública urbana e rural, a gestora salienta que a Secretaria Municipal de Desenvolvimento Rural tem controle de todos os postes que possuem iluminação bem como cuida de toda parte elétrica dos poços artesianos do município e das demais secretarias. Uma das novidades é que atualmente o registro de pedido de manutenção na iluminação pode ser feito através de formulário via internet.

Ainda, juntamente com o escritório municipal da Emater, foi possível incentivar a regularização de mais agroindústrias, algo que hoje possibilita estes produtores a participar de feiras e eventos, aumentando a renda familiar.

Junto ao Serviço Nacional de Aprendizagem Rural (Senar), foi possível disponibilizar mais de 54 cursos gratuitos no município, na área urbana e rural. Já com a Embrapa Clima Temperado, foi firmado um convênio para viabilizar apoio aos produtores de figo do município, reativar o horto e as estufas municipais.

Enviar comentário

Envie um comentário!
Digite o seu nome