Jaguarense realiza sessão de autógrafos durante a Feira Binacional do Livro

Na ocasião, jaguarense Carlos Hermelino Marques Cardoso, o Tomate, disse estar realizando um sonho. (Foto: Juliana Lima/JTR)

“A realização de um sonho”, foram com essas palavras que o jaguarense Carlos Hermelino Marques Cardoso, o Tomate, definiu a participação, na noite de domingo (21), na sessão de autógrafos do seu livro “Too Much – Rock’n Roll e outras legendas”, lançado em 2019 e agora traduzido para o espanhol.

A obra, que tem produção de Renato Tissot, jornalista da cidade de São Paulo, contém 36 textos, e nos remete sobre toda a trajetória da música rock. Esses escritos fazem parte da coluna que o autor escrevia para o Jornal Pampeano, nos anos de 2012 e 2013.

“Juntamos todos e resolvemos fazer uma biografia da minha história com relação aos discos e o rock. Entre as páginas, os leitores poderão fazer uma viagem sobre o rock. Os discos que cito no livro são de suma importância para quem está iniciando nesse mundo saber o significado que cada banda teve para a cultura da música”, disse o escritor.

Em relação à sessão de autógrafos na Feira do Livro de Jaguarão, Tomate apontou ser uma imensa alegria. “Poder mostrar para meus amigos de infância a minha obra é muito gratificante, gostaria de parabenizar os organizadores da Feira, pela organização e, principalmente, por dar espaços aos escritores”, afirmou.

Biografia
Tomate, conhecido pela sua trajetória através da música em Jaguarão, entrou no mundo do rock através dos irmãos, com 13 anos de idade. Aos 17 virou Dj do Clube Harmonia, onde ficou por 10 anos. Em seguida, ficou mais um ano na Associação Cruzeiro Jaguarense. Cansado da noite, resolveu abrir sua loja, a famosa “Sugerasom” direcionada ao rock. Atualmente trabalha como professor de história.

Enviar comentário

Envie um comentário!
Digite o seu nome