Brigada Militar de Canguçu atuante na Patrulha Maria da Penha

destino é atender especificamente os casos que a Lei Maria da Penha. (Foto: Divulgação)

Nesta quarta-feira (01-09), na cidade de Canguçu, a Brigada Militar deu início ao projeto Patrulha Maria da Penha no município, o qual já esta presente em mais cento e doze municípios do Rio Grande do Sul, cujo destino é atender especificamente os casos que a Lei Maria da Penha considera violência contra a mulher, em razão da vulnerabilidade e hipossuficiência de gênero ocorrido em âmbito doméstico ou familiar.

Desta forma, o atendimento ocorre através da realização de visitas, as quais têm o objetivo de fiscalizar se as medidas protetivas de urgência estão sendo cumpridas pelo agressor/acusado, bem como verificar a situação familiar da vítima. Portanto, a atuação ocorre no pós-delito e na prevenção ao contribuir para a quebra do ciclo de violência e impedir que os atos violentos se perpetuem na família e nas futuras gerações.

Enviar comentário

Envie um comentário!
Digite o seu nome