Domingo, 22 de outubro de 2017, 18:43h


Publicidade

Sicredi

Este conteúdo precisa do Adobe Flash Player instalado.

Get Adobe Flash player


Newsletter

Jornal Tradição

Ano XII - Número 578 outubro - 2017

Fechar X

Ano XII - Número 578

outubro - 2017


Galerias

Publicidade

Publicidade

Especiais

Jornal Tradição

Caderno Especial 91 Expofeira Pelotas 2017/10

Assine


Home Variedades

Variedades

18-10-2013

De consumidor a produtor de energia: preservação do meio ambiente e economia no bolso


Maurcio Silveira Sistema de energia solar fotovoltaica ou elica pode ser instalados em zona urbana ou rural

Você sabia que além de consumidor, pode se transformar em um produtor de energia? Só que nesse caso, a energia produzida será renovável, limpa e utilizará recursos naturais, a disposição do homem diariamente e em abundância. Foi com o objetivo de alertar, estimular e divulgar essa realidade que, além de gerar benefícios para o meio ambiente, pode reduzir, em muito, a conta de luz no final do mês, que as empresas Inove Energias Renováveis e Viacon estiveram presentes na 87ª Expofeira de Pelotas, que ocorreu de 7 a 13 de outubro, no Parque Ildefonso Simões Lopes.


Diante da necessidade identificada, visto que as faltas de energia, tanto na cidade como no campo, têm se intensificado ao longo dos anos, as empresas resolveram investir no ramo e através de duas tecnologias oferecem a possibilidade do, até então, consumidor se tornar autossuficiente, produzindo a energia que necessita para as atividades diárias, urbanas ou rurais.



O sistema escolhido é definido depois de um estudo da região e da necessidade do cliente. As opções são painéis solares fotovoltaicos ou eólicos, ativados pela luz solar ou pela força dos ventos. Segundo a sócia proprietária da Inove, Roselaine Dutra, dependendo do caso, pode ser usado somente um dos sistemas. “Nosso engenheiro vai até o local e, através de um estudo, indica a melhor opção. Se a demanda de energia é muito grande e não há espaço suficiente para instalar a quantidade de painéis indicados, unimos os dois sistemas, que juntos, irão suprir a necessidade da pessoa”.


Além da economia e da sustentabilidade que os sistemas podem gerar, o acúmulo da energia produzida, e não consumida, é um dos destaques dos produtos. Desde 2012, a Agência Nacional de Energia Elétrica (ANEEL) regulamentou o sistema de compensação de energia, ou seja, a energia produzida é injetada na concessionária local e a própria concessionária verifica se esse cliente está gastando menos, mais ou exatamente o que consome. Se estiver produzindo menos que o necessário, pagará para empresa responsável o excedente, mas se estiver produzindo além do que precisa, pode, num período de 36 meses, usar os créditos gerados em outra localidade, desde que esteja no nome do mesmo titular e dentro da mesma concessionária.


Outra novidade, promovida pelas empresas, e disponível para visualização até o próximo dia 20 na Expofeira de São Lourenço, é o container módulo combinado com energia renovável. O mesmo sistema que pode ser utilizado em residências, comércios ou propriedades rurais, é instalado nos containers e disponibilizado para o cliente de acordo com a sua necessidade. Nesse caso, além de preservar o meio ambiente através da energia limpa, o usuário do container estará utilizando um produto reciclável.


Segundo o sócio-proprietário da Viacon, João Bueno, os containers, por si só, podem ser utilizados de diversas formas, devido à segurança que proporciona e a facilidade de locomoção, mas com a vantagem da energia acoplada, vem para facilitar, principalmente, a vida rural. “Mesmo nos dias de hoje, existem lugares com dificuldades de acesso a energia elétrica e o produtor rural pode sofrer com isso, já que muitas vezes precisa de um lugar seco e iluminado para armazenar o resultado da produção. O container pode ser a solução nesse caso”.


Há três anos no mercado, as empresas de Rio Grande resolveram difundir o trabalho nos eventos rurais realizados na região. Além da Expofeira de Pelotas, encerrada no último final de semana, marcam presença nas Expofeiras de São Lourenço, Bagé e Rio Grande. “Vimos a necessidade do público rural e resolvemos divulgar o trabalho nesses eventos. Muitas vezes as propriedades ficam distantes e a situação das estradas dificulta a agilidade de atendimento por parte da concessionária. Sabemos de casos em que produtores ficam dois, três dias sem energia. Se produzem leite, acabam perdendo tudo. Se essa pessoa produzisse também energia, isso não aconteceria”, complementou Roselaine.


Interessados em conhecer o trabalho podem acessar o site www.inoveenergias.com.br


Outras notícias desta editoria

Comentários (0)





Fechar  X

De consumidor a produtor de energia: preservação do meio ambiente e economia no bolso





O Jornal Tradição Regional não se responsabiliza pelo conteúdo do comentário e se reserva ao direito de eliminar, sem aviso prévio ao usuário, aqueles em desacordo com as normas do site ou com as leis brasileiras.


Serão vetadas as mensagens que:


  • Não tratarem do tema abordado na notícia;
  • Sejam repetidas as enviadas pelo mesmo leitor, ainda que com outras palavras;
  • Tenham intenção publicitária, de propaganda partidária, eleitoral ou comercial;
  • Tenham conteúdo ou termos obscenos ou ofensivos;
  • Incentivem racismo, discriminação, violência, medo ou outros crimes;
  • Promovam participação de correntes, spams ou lixo eletrônico.


As opiniões expostas não representam o posicionamento do Jornal Tradição Regional, que não se responsabiliza por eventuais danos causados pelos comentários. A responsabilidade civil e penal pelos comentários é dos respectivos autores. O usuário tem ciência e concorda expressamente com a prerrogativa de restringir quaisquer conteúdos que violem ou que possam ser interpretados como violadores às disposições do presente instrumento.

Enviado com sucesso!

Em breve, o Jornal Tradição
Regional entrará em
contato com vocé.

ok

Fechar  X

De consumidor a produtor de energia: preservação do meio ambiente e economia no bolso


Enviado com sucesso!

ok

Publicidade



Jornal Tradição Regional - O elo da notícia até você.

Av. Imperador Dom Pedro I, 1886, sala 1 - Bairro Fragata - CEP: 96030-350 - Pelotas/RS

E-mail: jornaltradicao@jornaltradicao.com.br / Telefone: (53) 3281 1514

© Todos os direitos reservados