Sexta, 22 de março de 2019, 12:25h


Publicidade

Tordilho
Sicredi

Este conteúdo precisa do Adobe Flash Player instalado.

Get Adobe Flash player


Newsletter

Jornal Tradição

Ano XII - Número 652 março - 2019

Fechar X

Ano XII - Número 652

março - 2019


Galerias

Publicidade

Especiais

Jornal Tradição

Caderno Especial JTR Verão IV 2019/02

Assine


Home Variedades

Variedades

09-01-2019

Grupo catarinense do Exército chega ao RS para retomar duplicação de dois lotes da BR-116


Foto: Carlos Macedo/Agência RBS Até meados de fevereiro, Exército espera contar com 100 militares para trabalhar na duplicação

Parada há mais de dois anos, a duplicação de 50 quilômetros da BR-116, entre Guaíba e Tapes, finalmente começa a ser retomada. Quem garante é o Exército, que em meados do ano passado assumiu a responsabilidade pela obra e no início desta semana começou a mobilizar militares e equipamentos para a região. A instituição recebeu R$ 30 milhões em dezembro para retomar os trabalhos. 


Atualmente, cinco dos nove lotes da BR-116 no Rio Grande do Sul estão com obras em andamento. Os trabalhos estão paralisados nos lotes 1,2,3 e 8. O Dnit no Estado informou que os aditivos dos trechos 3 e 8 estão em tramitação:



"Estimamos que as obras nesses dois lotes sejam retomadas ainda em 2019", afirmou o superintendente do Dnit no Estado, Allan Magalhães Machado.


De acordo com o Coronel Rogério Siqueira, comandante do 4° Grupamento de Engenharia do 1° Batalhão Ferroviário, localizado na cidade catarinense de Lages, foram enviado a Guaíba 25 militares que, desde segunda-feira (8), montam os quartéis provisórios para receber a equipe que executará a obra:


Empresas normais contrataram os funcionários no local da construção. A gente precisa deslocar nosso pessoal e, por isso, temos essa etapa inicial de preparar os alojamentos para recebê-los em boas condições. Teremos dois alojamentos, um no centro da cidade e outro na beira da estrada. Eles contarão com cozinha, banheiro, etc. 


Até meados de fevereiro, data em que as obras efetivamente devem começar, o Exército espera contar com 100 militares para trabalhar na duplicação. A previsão é de que até junho o total de efetivo seja de 300 pessoas, e que esses homens permaneçam no local durante o período de construção, que está previsto para levar 38 meses. O prazo inclui obras paralelas previstas, como drenagem, sinalização horizontal e vertical e construção de viadutos.


"Esse deslocamento de pessoal é gradativo, ocorre conforme o Dnit (Departamento Nacional de Infraestrutura de Transportes) for liberando os recursos para a obra. O efetivo virá do 1° Batalhão Ferroviário de Lages e teremos também um reforço do 2º Batalhão Ferroviário de Araguari (Minas Gerais)", explica Siqueira. 


A duplicação dos lotes 1 e 2, que somam 50,8 quilômetros e ficam entre os municípios de Guaíba e Tapes, inicialmente era de responsabilidade da construtora Constran S/A, porém foi repassada aos militares no final do ano passado após a empresa entrar em recuperação judicial e não conseguir obter o seguro garantia para retomar o contrato com o Dnit. Na ocasião, o governo do Rio Grande do Sul fez a proposta ao Exército, que acatou o pedido. 


Os trabalhos no lote 1, inciados em maio de 2013, contam atualmente com 62% dos serviços previstos finalizados. Ainda falta concluir o viaduto de Barra do Ribeiro, a travessia urbana de Guaíba e a pavimentação de 24 quilômetros. Já o lote 2 conta com 70% dos serviços finalizados - resta, ainda, a terraplenagem e a pavimentação de todo o lote. O custo total da obra de finalização da duplicação é calculado em R$ 207 milhões. 


Fonte: Zero Hora



Outras notícias desta editoria

Comentários (0)





Fechar  X

Grupo catarinense do Exército chega ao RS para retomar duplicação de dois lotes da BR-116





O Jornal Tradição Regional não se responsabiliza pelo conteúdo do comentário e se reserva ao direito de eliminar, sem aviso prévio ao usuário, aqueles em desacordo com as normas do site ou com as leis brasileiras.


Serão vetadas as mensagens que:


  • Não tratarem do tema abordado na notícia;
  • Sejam repetidas as enviadas pelo mesmo leitor, ainda que com outras palavras;
  • Tenham intenção publicitária, de propaganda partidária, eleitoral ou comercial;
  • Tenham conteúdo ou termos obscenos ou ofensivos;
  • Incentivem racismo, discriminação, violência, medo ou outros crimes;
  • Promovam participação de correntes, spams ou lixo eletrônico.


As opiniões expostas não representam o posicionamento do Jornal Tradição Regional, que não se responsabiliza por eventuais danos causados pelos comentários. A responsabilidade civil e penal pelos comentários é dos respectivos autores. O usuário tem ciência e concorda expressamente com a prerrogativa de restringir quaisquer conteúdos que violem ou que possam ser interpretados como violadores às disposições do presente instrumento.

Enviado com sucesso!

Em breve, o Jornal Tradição
Regional entrará em
contato com vocé.

ok

Fechar  X

Grupo catarinense do Exército chega ao RS para retomar duplicação de dois lotes da BR-116


Enviado com sucesso!

ok

Publicidade



Jornal Tradição Regional - O elo da notícia até você.

Av. Imperador Dom Pedro I, 1886, sala 1 - Bairro Fragata - CEP: 96030-350 - Pelotas/RS

E-mail: jornaltradicao@jornaltradicao.com.br / Telefone: (53) 3281 1514

© Todos os direitos reservados