Domingo, 23 de setembro de 2018, 08:14h


Publicidade

Sicredi
Tordilho

Este conteúdo precisa do Adobe Flash Player instalado.

Get Adobe Flash player


Newsletter

Jornal Tradição

Ano XIII - Número 626 setembro - 2018

Fechar X

Ano XIII - Número 626

setembro - 2018


Galerias

Publicidade

Especiais

Jornal Tradição

Caderno Especial Semana Farroupilha 2018 2018/09

Receitas

Bolo Brownie

Assine


Home Variedades

Variedades

28-12-2017

Bandas marciais promovem união e educação entre estudantes de Canguçu


Foto: Arquivo Pessoal Alex Pinz conta que tem percebido como a msica transpassa as barreiras e ajuda as pessoas

Em algumas cidades do Rio Grande do Sul, as bandas marciais perdem força e acabam desaparecendo em meio ao cenário cultural em constante movimento. O município de Canguçu resiste a esta tendência e apresenta uma situação diferente: os projetos musicais se fortalecem, ao mesmo tempo em que potencializam a união e a educação entre jovens estudantes.


A reportagem conversou com quem entende do assunto há mais de uma década. Alex Pinz, proprietário da loja Home Studio Espaço da Música, localizada na rua Conselheiro Brusque, Centro da cidade, é professor de música há 15 anos e ministra cursos de canto e instrumentos musicais para cerca de 200 alunos por mês.



Pinz possui um amplo conhecimento técnico e de instrumentos, e, atualmente, mantém quatro projetos de bandas marciais em atividade entre escolas e instituições religiosas:


• Escola Jacinto Inácio, em Santana da Boa Vista, com 40 componentes, onde dá aulas há quatro anos, com alunos a partir de sete anos até a idade adulta;


• Escola Gonçalves Dias, no 4º Distrito, com 21 alunos, com crianças a partir de sete anos até a adolescência;


• Igreja Brasil para Cristo, há cinco anos, com 35 alunos;


• Assembleia de Deus, com 15 alunos, para os quais ensina o que sabe há dois anos. Além disso, mantém também o Projeto Martin Lutero, com 16 alunos.


Ele conta que tem percebido como a música transpassa as barreiras e ajuda as pessoas. Em algumas escolas, notou a música unindo uma banda com pessoas de classes sociais distintas e, em outras, a música age enquanto instrumento para superar desafios. “Eu dei aula para alunos muito talentosos que, só mais tarde, fui saber que eram os mesmos que apresentavam problemas de concentração nas aulas e hiperatividade. Tive alunos autistas com um talento incrível e alcance vocal fantástico. É impressionante o poder da música e como não existem barreiras para ela”, explica.


O professor diz perceber nos alunos um envolvimento maior com a música, depois que eles participam de bandas, e destaca a mobilização das famílias para assistir aos festivais. Pinz ressalta que o cenário atual, apesar de forte, necessita de um maior apoio a favor das bandas, uma vez que a falta de repasse de verbas às escolas pode prejudicar no desenvolvimento dos trabalhos. “As bandas são muito importantes. Elas integram a escola toda, que gira em torno das bandas. É uma projeção enorme, isso incentiva muito a gente”, conclui o professor.


Redator: Tradio Regional



Outras notícias desta editoria

Comentários (0)





Fechar  X

Bandas marciais promovem união e educação entre estudantes de Canguçu





O Jornal Tradição Regional não se responsabiliza pelo conteúdo do comentário e se reserva ao direito de eliminar, sem aviso prévio ao usuário, aqueles em desacordo com as normas do site ou com as leis brasileiras.


Serão vetadas as mensagens que:


  • Não tratarem do tema abordado na notícia;
  • Sejam repetidas as enviadas pelo mesmo leitor, ainda que com outras palavras;
  • Tenham intenção publicitária, de propaganda partidária, eleitoral ou comercial;
  • Tenham conteúdo ou termos obscenos ou ofensivos;
  • Incentivem racismo, discriminação, violência, medo ou outros crimes;
  • Promovam participação de correntes, spams ou lixo eletrônico.


As opiniões expostas não representam o posicionamento do Jornal Tradição Regional, que não se responsabiliza por eventuais danos causados pelos comentários. A responsabilidade civil e penal pelos comentários é dos respectivos autores. O usuário tem ciência e concorda expressamente com a prerrogativa de restringir quaisquer conteúdos que violem ou que possam ser interpretados como violadores às disposições do presente instrumento.

Enviado com sucesso!

Em breve, o Jornal Tradição
Regional entrará em
contato com vocé.

ok

Fechar  X

Bandas marciais promovem união e educação entre estudantes de Canguçu


Enviado com sucesso!

ok


Jornal Tradição Regional - O elo da notícia até você.

Av. Imperador Dom Pedro I, 1886, sala 1 - Bairro Fragata - CEP: 96030-350 - Pelotas/RS

E-mail: jornaltradicao@jornaltradicao.com.br / Telefone: (53) 3281 1514

© Todos os direitos reservados