Segunda, 10 de dezembro de 2018, 06:02h


Publicidade

Tordilho
Sicredi

Este conteúdo precisa do Adobe Flash Player instalado.

Get Adobe Flash player


Newsletter

Jornal Tradição

Ano XVIII - Número 637 dezembro - 2018

Fechar X

Ano XVIII - Número 637

dezembro - 2018


Galerias

Publicidade

Especiais

Jornal Tradição

Caderno Agronegócio - Edição IV 2018/11

Receitas

Pêssego Trufado

Assine


Home Rural

Rural

11-10-2018

São Lourenço do Sul: Participação de Härter na COP8 traz esperança para o setor fumageiro  


Foto: Divulgação Junto da comitiva brasileira, prefeito participou de reuniões

A Conferência das Partes (COP) da Convenção-Quadro para Controle do Tabaco (CQCT), que é promovida pela Organização Mundial da Saúde (OMS), finalmente cedeu, após oito edições. Pela primeira vez, desde o início do evento - há dezesseis anos -, foi realizada uma aproximação, entre a delegação do Brasil no evento e a cadeia produtiva do tabaco. Na comitiva, estava o prefeito de São Lourenço do Sul, Rudinei Härter, vice-presidente da Associação dos Municípios Produtores de Tabaco (Amprotabaco).


A comitiva de líderes da cadeia produtiva foi recebida três vezes pela embaixadora e líder da Missão Brasileira, Maria Nazareth Farani Azevedo.  “Nessas reuniões houve a participação de vários ministérios e instituições, todos demonstrando muito interesse no tema. Fiz a fala sobre preocupação com o contrabando que prejudica toda cadeia produtiva:  municípios, Estado e União, que deixam de arrecadar impostos e, consequentemente, deixam de gerar emprego. Grande parte desse contrabando vem do Paraguai, onde o imposto é de 14% a 16 % e aqui no Brasil é 80%. Todos concordam que tem que haver o combate a esse contrabando, que chega próximo a 50% do mercado brasileiro”, conta o prefeito.



Questões sobre a saúde e a diversificação de culturas nas propriedades rurais também foram debatidas, assim como propostas relacionadas a estes temas que tramitam no Congresso Nacional e geram dúvidas aos gestores municipais e às instituições que defendem a produção de tabaco, tão importante à economia. “Falei também que mesmo diversificando as atividades, teremos o abandono da agricultura, pois o que gera lucro é a atividade fumageira e nossos municípios já são bem diversificados. De certa forma, tivemos muitos avanços, mas ainda com incertezas em relação ao comportamento do Brasil sobre as decisões que tomará referente ao tema. Mas ficamos de manter um bom diálogo”, detalha Härter.


Os encontros tiveram participação, além da embaixadora, de vários ministérios: da Agricultura, Desenvolvimento Agrário,  Saúde,  da Justiça, Casa Civil, além da Receita Federal e Embrapa. O prefeito representou a Associação dos Municípios Produtores de Tabaco (Amprotabaco), junto de comitiva da instituição. O Sinditabaco, Federação dos Trabalhadores de Santa Catarina, Federação dos Trabalhadores do Rio Grande do Sul, Santa Catarina e Bahia, Associação dos Fumicultores do Brasil (Afubra), Câmara Setorial do Tabaco e Bifumo também estiveram representadas nos encontros, na missão brasileira.


Redator: Tradição Regional



São Lourenço do Sul: Participação de Härter na COP8 traz esperança para o setor fumageiro  


Outras notícias desta editoria

Comentários (0)





Fechar  X

São Lourenço do Sul: Participação de Härter na COP8 traz esperança para o setor fumageiro  





O Jornal Tradição Regional não se responsabiliza pelo conteúdo do comentário e se reserva ao direito de eliminar, sem aviso prévio ao usuário, aqueles em desacordo com as normas do site ou com as leis brasileiras.


Serão vetadas as mensagens que:


  • Não tratarem do tema abordado na notícia;
  • Sejam repetidas as enviadas pelo mesmo leitor, ainda que com outras palavras;
  • Tenham intenção publicitária, de propaganda partidária, eleitoral ou comercial;
  • Tenham conteúdo ou termos obscenos ou ofensivos;
  • Incentivem racismo, discriminação, violência, medo ou outros crimes;
  • Promovam participação de correntes, spams ou lixo eletrônico.


As opiniões expostas não representam o posicionamento do Jornal Tradição Regional, que não se responsabiliza por eventuais danos causados pelos comentários. A responsabilidade civil e penal pelos comentários é dos respectivos autores. O usuário tem ciência e concorda expressamente com a prerrogativa de restringir quaisquer conteúdos que violem ou que possam ser interpretados como violadores às disposições do presente instrumento.

Enviado com sucesso!

Em breve, o Jornal Tradição
Regional entrará em
contato com vocé.

ok

Fechar  X

São Lourenço do Sul: Participação de Härter na COP8 traz esperança para o setor fumageiro  


Enviado com sucesso!

ok


Jornal Tradição Regional - O elo da notícia até você.

Av. Imperador Dom Pedro I, 1886, sala 1 - Bairro Fragata - CEP: 96030-350 - Pelotas/RS

E-mail: jornaltradicao@jornaltradicao.com.br / Telefone: (53) 3281 1514

© Todos os direitos reservados