Sexta, 20 de abril de 2018, 17:32h


Publicidade

Sicredi
Trilegal
  Tordilho

Este conteúdo precisa do Adobe Flash Player instalado.

Get Adobe Flash player


Newsletter

Jornal Tradição

Ano XII - Número 604 abril - 2018

Fechar X

Ano XII - Número 604

abril - 2018


Galerias

Publicidade

Especiais

Jornal Tradição

Caderno Especial 134 anos de So Loureno do Sul 2018/04

Assine


Home Policial

Policial

19-04-2018

Piratini: Polícia Civil prende quatro durante Operação Epístola


Foto: Polcia Civil

 


As sirenes nas primeiras horas da manhã desta quinta-feira (19) deram ciência à população da zona urbana de que a Polícia Civil estava em diligência cumprindo mandatos de busca e apreensão e também de prisão. Foi a Operação Epístola, chefiada pelo delegado Rafael Vitola Brodbeck e com participação da DEFREC de Pelotas totalizando 12 agentes.



A razão para a movimentação foi o desfecho de uma investigação que inicialmente tinha dois personagens com papéis totalmente distintos: suspeito e testemunha. Sem dar iniciais, idades ou outros dados geralmente fornecidos devidos às razões policiais, Brodbeck contou em coletiva que os fatos tiveram inicio quando um homem foi demitido de uma determinada empresa em Piratini. A seguir o empregador e outras pessoas passaram a receber cartas ameaçadoras e posteriormente mensagens de texto via celular, que também exigiam certas quantias em dinheiro, ou seja, configurava-se aí o crime de extorsão ou sua tentativa.


Na delegacia uma mulher, a testemunha, depôs e afirmou que o homem apontado como único suspeito era o autor das correspondências. Mas para os policiais algo não batia.


- Ele negava ser o emissor e pelo estado emocional e psicológico dele demonstrava para nós a sua possível inocência – revelou o delegado.


Foi então que o chefe da investigação, inspetor Luciano Dutra, encontrou uma letra na assinatura dos textos ameaçadores que o levou para outro a caminho e quem acusava passou a ser investigada como provável autora.


Revisando arquivos, os agentes se deparam com ocorrências de naturezas parecidas a envolvendo, o que levou ao delegado requisitar o exame grafotécnico, um comparativo de letras para saber se a escrita pertence à mesma pessoa.


Ao fazer isso, Brodbeck contou que no mesmo dia as cartas cessaram e as ameaças e exigência de quantias passaram a chegar por um celular com o número da operadora Claro, o que tornou fácil através dos mecanismos judiciais à disposição, a polícia chegar ao nome de quem pertencia o chip cadastrado. Para a surpresa da Civil, a dona do mesmo tinha parentesco com a inicial testemunha e agora uma das suspeitas dos crimes.


Com base também nisso a polícia pediu a prisão temporária da dona do telefone, mas, durante a operação de hoje acabou descobrindo, ao flagrar o número, que as mensagens na verdade também partiam daquela que se transformou em única suspeita. Motivo: ela possuía os dados cadastrais e  pessoais da outra mulher por já ter contratado a mesma como babá de seu filho, o que viabilizou o cadastro do chip.


Tendo um segundo inocente também envolvido nessa verdadeira teia para ameaçar e extorquir, o delegado requisitou junto ao magistrado a revogação da prisão de uma das mulheres devido a essa ser inocente,  e prendeu a verdadeira culpada e outros dois homens.


Fonte: Tradio Regional



Piratini: Polícia Civil prende quatro durante Operação Epístola


Outras notícias desta editoria

Comentários (0)





Fechar  X

Piratini: Polícia Civil prende quatro durante Operação Epístola





O Jornal Tradição Regional não se responsabiliza pelo conteúdo do comentário e se reserva ao direito de eliminar, sem aviso prévio ao usuário, aqueles em desacordo com as normas do site ou com as leis brasileiras.


Serão vetadas as mensagens que:


  • Não tratarem do tema abordado na notícia;
  • Sejam repetidas as enviadas pelo mesmo leitor, ainda que com outras palavras;
  • Tenham intenção publicitária, de propaganda partidária, eleitoral ou comercial;
  • Tenham conteúdo ou termos obscenos ou ofensivos;
  • Incentivem racismo, discriminação, violência, medo ou outros crimes;
  • Promovam participação de correntes, spams ou lixo eletrônico.


As opiniões expostas não representam o posicionamento do Jornal Tradição Regional, que não se responsabiliza por eventuais danos causados pelos comentários. A responsabilidade civil e penal pelos comentários é dos respectivos autores. O usuário tem ciência e concorda expressamente com a prerrogativa de restringir quaisquer conteúdos que violem ou que possam ser interpretados como violadores às disposições do presente instrumento.

Enviado com sucesso!

Em breve, o Jornal Tradição
Regional entrará em
contato com vocé.

ok

Fechar  X

Piratini: Polícia Civil prende quatro durante Operação Epístola


Enviado com sucesso!

ok


Jornal Tradição Regional - O elo da notícia até você.

Av. Imperador Dom Pedro I, 1886, sala 1 - Bairro Fragata - CEP: 96030-350 - Pelotas/RS

E-mail: jornaltradicao@jornaltradicao.com.br / Telefone: (53) 3281 1514

© Todos os direitos reservados