Quarta, 19 de setembro de 2018, 06:50h


Publicidade

Sicredi
Tordilho

Este conteúdo precisa do Adobe Flash Player instalado.

Get Adobe Flash player


Newsletter

Jornal Tradição

Ano XIII - Número 625 setembro - 2018

Fechar X

Ano XIII - Número 625

setembro - 2018


Galerias

Publicidade

Especiais

Jornal Tradição

Caderno Especial Semana Farroupilha 2018 2018/09

Receitas

Bolo Brownie

Assine


Home Colunistas

Buenas...

2014-04-07 Coluna do JC

Água – H2O – Uma questão de valores

Você sabia que a água que chega ao reservatório central é paga? Em estados como Minas Gerais isso já acontece. Da nascente até a captação, o (os) proprietário (s) das terras são obrigados a manter a mata ciliar intacta, cuidar a retirada de terra, construir bebedouros para os animais, enfim, não mexer na natureza.

Água – Contrapartida

Os proprietários são cadastrados no órgão competente, recebem orientação técnica e são visitados periodicamente. Em contrapartida, recebem uma verba anual pelo procedimento. No fim da história, todos ganham, principalmente a mãe natureza.

Água – Piratini – Passo da Cristina

Da nascente no Passo da Cristina até a captação no Passo da Vila (balneário), por quantos sítios, lavouras, campos o nosso Piratini menor passa? Alguém cuida dele como ele merece? Afora todo tipo de imundice que jogam nele, de vez em quando recebe as benção de um “aviãozinho” carregado de “remédio”. Está na hora dos proprietários se alertarem. Com certeza é bom para todos, inclusive para a água.

Tio Gerson Pires – Homenagem

Se foi. Partiu nas asas do vento. Ele sempre dizia: “Não vou ficar prá semente”. Sempre folclórico, suas “tiradas” eram famosas, assim como a “belga” de dois canos. E o “choto”? E assim que chamava seu facão curto, mas riscador de lombo. Se criou num tempo e em que, às vezes, o respeito s ajustava no “terriá” do ferro branco, e a bala zunia tipo “camoatim incomodado”. Mas no frigir dos ovos, foi um bom pai, um bom marido e um tio de fundamento.

Tio Gerson II - Coisa feia

Caçador nato, corredor de veado (de quatro patas). Aos domingos se reuniam, largavam uma cachorrada e andavam distâncias atrás de um, e dificilmente vinham em branco. Pois numa dessas indiadas, ali no “sopé” do Capão Grande, deram uma parada para um “desafogo intestinal” e já fazerem uma merenda. Aí se deu o fato: o Tio não viu a cruzeira e pisou meio que pela cauda da bandida. Resultado: ela se enroscou e mandou um par de dentes. Só que o “veio” prevenido andava de bota. Ela ficou espetada no cano, mas o Gersonzinho era ligeiro como as traíras do açude do Lobato (dizem), de pronto manuseou o “choto”, e a bandida virou guisado. Passado o susto, se foram as casas e aí se deu o fato. O Tio não conseguia caminhar direito, o pé não movia. Examinaram melhor e daí o espanto: os dentes estavam cravados na perna da bota, num “inchume” bárbaro.

Obrigado Tio pelo tempo que convivemos, pelas andanças, pelos ensinamentos. Sua benção! Que seu caminho seja de luz!

Modernismo

jc-reporter@outlook.com – Esse é meu endereço no Facebook. Textos e fotos inéditos. Ajeita um mate e me visita, não custa nada.

Gula Refeições Caseiras

Trabalhamos com cardápio variado e A La Minuta. Horário de atendimento: diariamente até às 14h (incluindo domingos e feriados). Pedidos até às 10h30. Contatos: (53) 91212315 (Claro), (53) 84321866 (Oi) e (53) 81192203 (Tim). Facebook: www.facebook.com/gulaboa

Comentários (0)





Fechar  X

Coluna do JC




Enviado com sucesso!

Em breve, o Jornal Tradição
Regional entrará em
contato com vocé.

ok

Jotac

Arquivo

Publicidade

Publicidade



Jornal Tradição Regional - O elo da notícia até você.

Av. Imperador Dom Pedro I, 1886, sala 1 - Bairro Fragata - CEP: 96030-350 - Pelotas/RS

E-mail: jornaltradicao@jornaltradicao.com.br / Telefone: (53) 3281 1514

© Todos os direitos reservados