Terça, 16 de janeiro de 2018, 17:33h


Publicidade

Festival Sesc
Sicredi
Sicredi

Este conteúdo precisa do Adobe Flash Player instalado.

Get Adobe Flash player


Newsletter

Jornal Tradição

Ano XII - Número 590 janeiro - 2018

Fechar X

Ano XII - Número 590

janeiro - 2018


Galerias

Publicidade

Especiais

Jornal Tradição

Caderno Especial de Natal 2017 2017/12

Assine


Home Colunistas

Buenas...

2017-11-24 Coluna do JC

Ponte do Costa - Salve, salve, aleluia!

Finalmente, depois de inúmeros acidentes, inclusive com mortes, eis que surge a nova ponte. E, para variar, já se apresentaram alguns “pais” da mesma, políticos, é claro. São verdadeiros caras-de-pau, cujo brinde ou troféu deve ser um tubo de óleo de “peroba” pra lustrar a devida “carranca”.

Ponte do Costa II - A saga continua...

Novos ventos sopram no rumo da velha capital farrapa. Quem sabe a nova ponte não trará progresso, uma nova visão empresarial? Agora que temos por onde passar, tranquilos, é mais que hora de sair em busca de indústrias para se instalarem em nosso chão farroupilha. Grandes ônibus de turismo vão passar de cola em pé, sem medo de trancarem. Enfim, é vida nova. 

Ponte do Costa III

Nós, que tanto criticamos e lutamos por ela, hoje aplaudimos sua chegada. Observação: deixem a ponte velha como está. É parte da nossa história e servirá para passagem de carroças, animais e outros. Vamos mantê-la inteira e não como a ponte do império, que foi cortada ao meio para ser negociada, mas como não deu, ficou jogada. 

Legalidade

Jango, como bom gaúcho, foi visitar as chinas. Os velhos tenentes estavam inquietos, mas não é agora que o país vai botar o “quepe”. Da janela de Piratini, Brizola canta de galo, sacode a bandeira da legalidade. É a hora da arregimentação.

O comandante chama os CTGs gaúchos. O “contiudo” de nossa luta exige a valentia dos gaudérios. “Quantos vocês são?”, pergunta o governador. “Entre homens em idade de armas, só no Rio Grande, uns 900”, disse o Fagundes. 

No dia da apresentação da tropa telúrica aparecem somente sete gaúchos pilchados nos comportamentos. “Mas onde está essa gauchada valente?”, indaga o comandante da legalidade. Meio acabanhado, responde o patrão do CTG: “Nós somos 900, é verdade, mas 893 são da dança, só nós sete de peleia”. 

(Do livro Cavalo Verde - Luis Coronel)

Chico Saratti

Cantor, compositor e amigo da família. Gente flor de amizade. Vale a pena contratá-lo, é dez.

*Foto de 11 de junho de 1989, era guri.

*A imagem pode ser conferida na edição impressa 583

Comentários (0)





Fechar  X

Coluna do JC




Enviado com sucesso!

Em breve, o Jornal Tradição
Regional entrará em
contato com vocé.

ok

Jotacê

Arquivo



Jornal Tradição Regional - O elo da notícia até você.

Av. Imperador Dom Pedro I, 1886, sala 1 - Bairro Fragata - CEP: 96030-350 - Pelotas/RS

E-mail: jornaltradicao@jornaltradicao.com.br / Telefone: (53) 3281 1514

© Todos os direitos reservados